domingo, 4 de setembro de 2011

Dreams – Part. 6

Postado por @slaysdrauhl às 15:19
Reações: 
Meus pensamentos estavam longe da realidade, aliás, nem acredito que estou me apaixonando por um garoto que eu nem conheço direito. Eu pensei em contar ao Ryan, mas fiquei com medo de que ele contasse para Selena e estragasse tudo, o que mais esta me confundindo mesmo é esse sentimento repentino que meu coração está gerando pelo Justin. Reações constrangedoras perto dele e calafrios eu só posso estar me apaixonando mesmo, era só o que me faltava.

            Ali enterrada em meus pensamentos volta à realidade e me deparo com a minha mãe sentada ao meu.
Eu: O que está fazendo aqui mãe? – perguntei me levantando.
Mãe: Pensei que estava dormindo, vim ver você – rebateu ela tocando em meu rosto – Isso me faz lembrar de quando você era criança.
            Eu não falei nada apenas abracei-a o mais forte que eu pude.
Mãe: Oh meu amor – sussurrou ela retribuindo meu abraço.
            Eu realmente precisa muito daquele abraço e sentir o cheiro da minha mãe era maravilhoso demais, ela fazia cafuné em meus cabelos enquanto eu a abraçava cada vez mais.
Eu: Desculpa por tudo o que eu te disse mais cedo mãe – falei apertando mais ela.
Mãe: Sem problemas meu anjo – rebateu ela me soltando e beijando minha testa – Você parece confusa, algum problema?
Eu: Não sei como resolver a situação com o Chris, um amigo da escola acabou de se declarar pra mim e eu estou começando a gostar de um menino que tem namorada.
Mãe: Coisas da adolescência filha – rebateu ela colocando uma mexa do meu cabelo atrás da minha orelha – Quem é o garoto que se declarou pra você?
Eu: O nome dele é Ryan, ele é super gente boa, mas não quero iludir o garoto – falei de uma só vez – Já me resolvi com ele, decidimos ficar só na amizade mesmo.
Mãe: E o que você esta gostando? – perguntou ela sorrindo.
Eu: O nome dele é Justin – falei sorrindo boba – Ele é lindo mãe, tem olhos castanhos claros de tirar do sério e tem um cheiro fascinante. Toda vez que eu o vejo meu coração dispara e um brilho irradia sobre meus olhos, quando chegamos perto um do outro eu sinto calafrios pelo meu corpo inteiro. É como se existisse uma força magnética entre nossos corpos que me faz arrepiar por inteira, uma força que sempre nos atrai um para o outro estou começando a sentir as famosas borboletas no estômago.
Mãe: Nossa filha isso é incrível – rebateu ela boquiaberta com as coisas que eu disse.
Eu: Mas ele nunca saberá disso – falei abaixando minha cabeça e deixando uma lágrima escorrer sobre meu rosto.
Mãe: Por causa da namorada dele não é? – perguntou ela erguendo meu rosto e enxugando as lágrimas que sobre ele escorriam.
Eu: É sim mãe – respondi respirando fundo – O nome dela é Selena, ela parece ser nojenta mais foi muito gentil comigo hoje e foi ela que me convidou pra entrar pro grupo de líder de torcida. Ela é a capitã das líderes.
Mãe: Quando eu conheci seu pai ele também tinha namorada – falou minha mãe mexendo nos próprios cabelos – Ele foi se aproximando de mim e eu me declarei pra ele, quando fiz isso descobri que ele também me amava.
Eu: E a namorada dele tentou se tornar sua amiga? – perguntei limpando as outras lágrimas que caiam sobre meu rosto.
Mãe: Não, ela não me suportava – respondeu ela sorrindo – Mas algumas pessoas se aproximam de nós pra nos fazer ter piedade. Talvez ela saiba que pode perder o namorado pra você e esteja se aproximando por isso.
Eu: Acho que não – falei pensativa – E acho que não tenho chance com ele.
Mãe: As aparências enganam filha – rebateu ela mexendo em minhas sobrancelhas – Hora de dormir. Boa noite.
            Ela beijou minha testa.
Eu: Boa noite – falei abraçando ela forte – Obrigado pela força.
Mãe: Sou sua mãe pode contar comigo sempre – falou ela e depois sorriu mexendo na ponta do meu nariz.
Eu: Te amo muito mamãe – falei beijando a bochecha dela.
Mãe: Também te amo muito, muito mesmo filha – rebateu ela me enchendo de beijinhos.
            Ela foi em direção a porta e antes de sair virou-se com um sorriso.
Mãe: Nunca se esqueça de que a sua felicidade é o que conta pra mim – abrindo a porta e logo depois saindo.
             Deitei-me e fiquei pensando em tudo o que minha mãe me disse, meus pensamentos me dominaram até que entrei em um transe profundo mais conhecido como sono.

       Continua... (Tooh adorando os comentários :D Obrigado por estarem lendo e estou feliz que estejam gostando. Ah quero mais comentários...haha)

                




5 comentários:

Alexia on domingo, setembro 04, 2011 disse...

aaah continua esta P-E-R-F-E-I-T-O
leitora nova

Vitória da Glória on domingo, setembro 04, 2011 disse...

continuaaaaaaaaaaa amore

' Brenda Andrade - on domingo, setembro 04, 2011 disse...

Haaaaa se eu tou gostando? Nao nao...Eu tou é amandoo Bia...continua logoooo por favor...Beijos ;*

And. on domingo, setembro 04, 2011 disse...

Quero mais,que perfo cara (':

TheyCall' me Belieber on segunda-feira, setembro 05, 2011 disse...

AAWWN QUE LINDO! QUERO MAAAAAIS!

Postar um comentário

Ei, que tal deixar um comentário na história? Não dói e faz bem ao coração do autor :)

 

* Only Imagine Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos