terça-feira, 29 de novembro de 2011

Dreams - Part. 44

Postado por @slaysdrauhl às 17:30
Reações: 
25 comentários

O Adam me levou pra casa e durante o caminho todo ele ficou me zuando eu nem prestava atenção nele, nesse momento o que eu mais queria era pensar um pouco.
- “Ele não estava mentindo – pensei e meus olhos se encheram de lágrimas.”


            Ao ver que eu estava quase chorando o Adam parou com as graçinhas e estacionou próximo a minha casa, logo em seguida me fitando.
Adam: O que foi marrentinha? – perguntou ele.
Eu: Ele não estava mentindo Adam – murmurei e as lágrimas que eu havia acumulado escorreram sobre meu rosto.
Adam: Eu já sabia de tudo (SeuNome) – falou ele pegando na minha mão – Todos sabíamos, apenas você não queria ver o que estava bem na sua frente.
Eu: É típico meu enxergar o lado ruim das coisas – falei e ele apertou minha mão.
Adam: É sim marrentinha – falou ele e eu sorri pelo nariz – Vai falar com ele?
Eu: Ele deve estar me odiando Adam – falei olhando pra ele e ele não disse nada – Vou apenas deixar como esta e viver com essa burrada.
Adam: Quer que eu fale com ele? – perguntou ele e parecia tenso.
Eu: Não – respondi enxugando minhas lágrimas.
Adam: Ele esta no Canadá – falou ele olhando pra frente – Foi pra lá hoje depois da escola passar um tempo com a mãe dele, pra esquecer a dor.
Eu: Obrigado Adam – sussurrei e abracei ele bem forte.
Adam: Pode contar comigo sempre marrentinha – falou ele depositando um beijo em minha bochecha.
Eu: Tchau – falei e saí do carro.
            Fui em direção a minha casa e sentia os cortes que se formavam em meu coração enquanto as lágrimas começavam a escorrer pelo meu rosto instantaneamente, abri a porta e entrei subindo pro meu quarto e trancando a porta. Joguei a mochila pra qualquer lugar e me joguei na cama chorando cada vez mais, nas paredes do meu quarto havia fotos dele e no meu criado mudo havia uma foto nossa. A aliança que ele me deu ainda permanecia no meu dedo e seu cheiro ainda estava na fronha do meu travesseiro. Fechava meus olhos e me lembrava de todos os momentos que passamos juntos, de cada toque e cada sensação. De cada momento, cada palavra, cada promessa de tudo o que vivemos enquanto estávamos juntos no mundo em que só existia eu e ele. Não havia dor não, não havia insônia era uma promessa cumprida de um paraíso e de um sonho realizado um dos meus maiores sonhos realizados e que eu mesma os estraguei. “Devia ter confiado mais no seu namorado (SeuNome)” essas palavras da Gomez percorriam em minha cabeça e minha raiva de mim mesma só ia aumentando, eu queria poder ouvi-lo sussurrar no meu ouvido “Eu te amo” a todo o momento, sentir suas mãos macias tocar minha pele, sentir seu cheiro, sentir seus lábios com gosta de morago nos meus. Eu o queria ele de volta pra mim, eu o perdi eu estraguei tudo e nem sei como concertar essa burrada. Não vai ser como quando eu quebrei o colar da minha mãe, não vai ser como quando eu matei aula pra ir para praia vai ser bem mais complicado do que isso tudo junto. Todas as palavras que eu disse pra ele, as lágrimas sobre seu rosto perfeito que eu fiz cair, a tristeza em seus olhos caramelos que eu fiz reinar, a dor em seu coração despedaço que eu causei e a vigem para se ver longe disso. Eu não havia dado escolhas pra ele eu havia deixado-o sem saída e ele procurou se curar sem a minha ajuda, não devo exigir muito dele sendo que o erro foi meu.
            Fiquei a tarde inteira me murmurando pela minha burrada e depois fui tomar um banho pra relaxar, me olhei no espelho e meus olhos estavam inchados e vermelhos meu lábio que a víbora cortou com seu soco venenoso estava vermelho e um pouco inchado. Tirei minha roupa e entrei no chuveiro deixando a água escorrer pelo meu corpo nu depositando uma certa paz em minha alma e assim que terminei o banho e me troquei desci pra assistir TV e comi um lanche. Estava passando iCarly e eu fiquei assistindo até que peguei no sono.

(JustinON)
            Assim que saí da escola me despedi dos meus amigos e fui pro aeroporto acompanhado do Ryan e do Chaz, ficamos conversando pra passar o tempo e logo chegou à hora do meu vôo. Acho que passar esse tempo com a minha mãe vai me ajudar, eu não vou esquecer a (SeuNome) mais quem sabe consigo fazer as feridas no meu coração cicatrizarem um pouco. Assim que chamaram os passageiros eu me despedi dos meus bros e fui em direção a área de embarque, passei pelo check-in e logo estava dentro do avião que me levaria pra longe disso tudo. Senti um aperto repentino no meu coração, era como se ele estivesse prezo a esse lugar e não quisesse mais sair. Ignorei esse sentimento e me sentei em minha poltrona me confortando e colocando meus fones de ouvido, fiquei pensando na (SeuNome) eliminando os momentos ruins e relembrando os melhores momentos em que passei com ela. Os melhores da minha vida inteira, porque ela não acredita em mim?! Todos sabiam da história, todos sabiam que a Selena havia armado pra cima de nós mais a (SeuNome) ignorava a verdade. Era como se ela não me amasse mais e estivesse apenas tentando fugir de mim de um modo com que ela não tenha que dizer que não me quer mais, senti lágrimas escorrerem pelos cantos dos meus olhos fechados e as enxuguei rapidamente. Uma senhora que estava do meu lado me olhou preocupada e sorriu, forcei um sorriso e me lembrei de hoje na saída da escola quando me esbarrei na (SeuNome) e ela sorriu desse jeito pra mim. Posso estar vendo coisas ou talvez não, mais vi um brilho em seus olhos ao encontrar os meus. Ela me deixa confuso, não consigo mais decifrar o que se passa em seu olhar ela se tornou um grande mistério pra mim o que me traz mais dor e sofrimento. O resto da viagem foi bem calma, acabei adormecendo e uma aeromoça me acordou quando aterrissamos. Passei mais uma vez no check-in e assim que cheguei ao local de desembarque encontrei com a minha mãe e uma surpresa maior foi meu pai, a Jazzy e o Jaxon. Eu estava arrastando minhas malas e com uma mochila nas costas, ficaria aqui durante um mês e já que eu havia fechado com notas boas na escola pude antecipar minha viagem. Minha mãe correu e me abraçou bem forte, senti lágrimas escorrem dos meus olhos enquanto estava abraçado com ela. Não queria que ela me visse chorando até porque eu disse que já estava melhor. Assim que nos saltamos eu abracei meu pai e ele como sempre bagunçou meu cabelo, a Jazzy pulou no meu colo e me abraçou forte e depois deu um beijo na minha bochecha.
Jazzy: Você esta bonito Justin – falou ela com sua voz doce e minha mãe sorriu.
Eu: Obrigado Jazzy – falei sorrindo – Você também esta ficando um moça muito bonita, vou ter que cuidar mais de você.
            Ela sorriu e eu sorri junto.
Eu: E aí Jaxon – falei pegando ele no colo.
Mãe: Que bom que veio filho – falou ela me abraçando de lado e beijando minha bochecha – Como você esta?
Eu: Melhorando mãe – falei brincando com o Jaxon.
            Ela passou a mão no meu cabelo e eu continuei brincando com o Jaxon, não queria falar sobre isso vim pra cá pra esquecer e é isso que eu estou tentando fazer.
Pai: Bem, vamos pra casa logo que tem um spaghetti a bolonhesa nos esperando – falou ele passando a mão na barriga.
Mãe: Jeremy – sibilou minha mãe e eu sorri.
Pai: Essa demora toda me deixou com fome Pattie – retrucou ele e eu apenas sorria deles dois.
Eu: Vamos logo mãe se não o papai vai morrer de fome – falei e ela confirmou com a cabeça.
            Fomos até a casa da minha mãe e assim que chegamos lá eu subi até meu quarto que estava a minha espera há muito tempo e arrumei minhas roupas no armário, tomei um banho e depois desci pra almoçar. Almoçamos e depois ficamos conversando, meu pai teve que ir embora com as crianças e ficamos apenas eu e minha mãe.
Eu: Mãe porque o pai foi embora hoje? – perguntei ajudando ela a arrumar a cozinha.
Mãe: Porque a Erin disse pra ele ir embora hoje com as crianças – falou ela normalmente.
            Erin é minha madrasta, casou-se com meu pai um tempo depois da separação dele com a minha mãe.
Eu: Ah sim – falei e depois saí da cozinha subindo pro meu quarto.
            Fiquei lá durante a tarde jogando Xbox e escutando música.
Mãe: Justin desça pra jantar – falou ela entrando no meu quarto e depois saiu.
            Salvei meu jogo e depois desci, assim que cheguei na sala um sorriso imenso apareceu em meu rosto.
Eu: Vovó Diane, vovô Bruce – falei e fui correndo abraçar eles.
Vovô: Que saudades de você Justin – falou ela depositando um beijo em minha testa.
            Meu avô fez umas brincadeiras comigo e eu já estava até me sentindo um pouco melhor, jantamos em família e depois ficamos conversando sobre esse tempo em que eu passei longe deles. A campainha tocou e quando eu abri a porta havia mais uma surpresa pra mim meu bro Christian também estava ali pra me fazer uma visita e ele ia dormir na minha casa hoje. Subimos pro meu quarto pra jogar vídeo game e ficamos jogando até 02:00 da manhã e depois fomos dormir, já estava vendo que aquele tempo ali seria bom pra me ajudar.
(JustinOFF)
-------------------------------------------------------------------------
Não postei ontem por que não deu amores, me desculpem. Cap quentinhoo pra vocs :) Espero q gostem, Bjustin :*

~~Respondendo~~

Brazilian Belieber  haha amoore a Selenita tem que aprender a fechar a boca quando vocs pedem hauhauhauhaua A coisa esta meia tensa ainda mais acho q tudo vai ficar bem no final :) Ótimo que esta gostando amore, continuando aqui ;)

@drielpedroso  hauhauhauau vocs gostam de um barraco hein. Obrigado hein amore :*

@lalahtiinha  hauhauhauhaua posso demorar mais sempre q posto procuro compensar a minha demora amore (: Obrigado hein :*

FanFictions - Brenda  hauauahuahuahuahua pois é amore vocs pediram tanto q eu coloquei o barraco kk Ri mt do seu comentário huahauhauha bjoo amore tchamo² :*

rayanne fernandes hauhauhauaua briga louca mesmo kk' Obrigada amore e continuando aqui :*

@Belieber_doJB   huahauauhau aww amore obrigada hein :*

Lara Abdon Aww amore mt obrigada mesmo :* Ótimo q voc esta gostando hein, xeruu.

Anônimo  Obrigada :*

Anônimo Nossa amoore que satisfação hein, mt obrigada por tudo mesmo cara fico mt feliz com os elogios q vocês fazem da minha fic é sério pq é ótimo fazer coisas q as pessoas gostem. Eu realmente fico mt honrada de ter leitoras beliebers e aquelas q tbm não são e q gostam do que eu faço, nossa mt obrigada mesmo :) Amei seu comentário e espero q comente sempre :*

When I look at you hauhauhauhauhaua seus comentários sempre me faz sorrir é incrivel, mt obrigada mesmo e que bater mais na Selena a menina ficou toda marcada das tuas unhas e tapas queria mais o que?! haha Se é pra matar avisa né kk' Beijoo :* O que é wilay? o.O

@LuianeKristine  Acho que ela vai voltar sim amore, mas vai demorar um pouquinhoo S: Você acha q é o Chris?! Mas pra q o Chris ajudaria o Justin?! o.O

Andréia Obrigada amore, não acho q ela teve o q merece se ela se meter de novo ela apanha mais ok?! hauahuahuaua Continuandoo :*

@22kodabelieber Obrigadaaaaaaaaaaaaaa :)

Izabela AHSUAHSUHAUS nus amoore o.O Fiquei com medo de voc agora. Que ótimo q gostou do cap :) Obrigada mesmo :*

Lêh Tbm espero q eles se acertem no final amore :/ Obrigado mesmo :*

@BeliebersdoJB Ah xará pode contar comigo sempre também ok?! Ainda bem que minha imaginação voltou mesmo \õ/ ~~todospulam~~ Obrigado por tudo :*

Aí amores, uma boa leitura pra vocs e espero que gostem do cap e me deixem comentários lindos como sempre :) Agradeço a todas as leitoras q sempre comentam, mt obrigada mesmo minhas anjas :* E as leitoras fantasmas seria bem legal se vocs começassem a aparecer né :/ Até a proxima postagem dreamys. Bjustin.
  


sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Dreams - Part. 43

Postado por @slaysdrauhl às 16:06
Reações: 
16 comentários
Apressei os passos e entrei no meu quarto trancando a porta, tomei um banho coloquei meu pijama e depois me deitei. Fiquei pensando, estava curiosa para saber quem era aquele admirador. Não demorou muito e eu peguei no sono.

Uma semana depois...

            As coisas ainda continuam na mesma até mesmo os recadinhos do meu “Admirador Secreto” eu recebia sempre, era difícil ver o Justin todo dia na escola e não poder falar com ele ou tocá-lo nunca pensei que seria assim tão complicado. O treino do time de lideres voltou e hoje mesmo teríamos um após a escola, às aulas se arrastavam e em todas as aulas eu e o Justin estávamos na mesma sala “Ótimo”. Assim que o sinal da ultima aula tocou eu agradeci a Deus em pensamentos, peguei meu material e quando estava saindo esbarrei em alguém.
Eu: Me desculpe – sussurrei cerrando os lábios.
XX: Sem problema – murmurou uma voz que eu conhecia muito bem, era o Justin.
 - “Ah ótimo tantas pessoas na escola e eu esbarrei logo nele – pensei e negativei meus pensamentos.”
            Forcei um sorriso e logo saí dali me encontrando com o corredor já ficando vazio, as pessoas corriam quando o sinal da ultima aula batia era uma espécie de salvação. Fui andando lentamente pelo corredor e quando cheguei perto do meu locker notei alguém com ele aberto, não pensei muito e apressei meus passos. Ao notar que havia alguém chegando perto à pessoa fechou e saiu correndo, usava capus não consegui ver quem era. Assim que o abri encontrei mais um dos bilhetinhos dobradinho e perfumado.

(BilheteON)
“Querida (SeuNome), pode até achar estranho da minha parte ficar te mandando esses bilhetinhos a uma semana e não aparecer de uma vez por todas, mais é que sou uma pessoa que você não se agradará de conhecer “novamente”. Com o tempo quem sabe você não descubra quem sou e me perdoe.”
                                                           Do seu admirador.
(BilheteOFF)

            Assim que terminei de ler a primeira pessoa que me veio à cabeça foi o Justin ele sim é a única pessoa que eu não me agradaria de conhecer novamente, eu sabia que não era ele que estava mandando aqueles bilhetes mais também sabia que era alguém que estava tentando ajudar ele mais só estava piorando. Amassei o bilhete e joguei no lixo, peguei uma caneta e uma folha do meu caderno iria deixar um recadinho pra esse admirador furado.

(BilheteON)
“Querido admirador, espero que você leia esse meu bilhete e pare de tentar ajudar o Bieber seja lá quem seja você, eu sei bem que sua jogada esta favorecendo ele para que eu possa repensar no termino do nosso namoro. Se você for um amigo dele eu até entendo você por estar querendo ajudá-lo, mas não quero mais receber esses seus bilhetes de reforçamento.
                                               De uma garota irritada.
(BilheteOFF)

            Eu estava irritada com aquilo, deixei o bilhete lá e sai indo direto pro ginásio. Assim que cheguei lá me encontrei com as meninas se aquecendo.
Treinadora: Atrasada – falou ele e depois gargalhou e todas as meninas seguiram juntas menos a Gomez.
            Olhar pra ela depois do que havia acontecido e ainda ter que entrar naquele maldito ginásio era repulsivo e irritante, ela me olhou e deu um sorriso sarcástico apontando com a cabeça a arquibancada onde eu peguei ela e o Justin juntos. Sorri irônica e mostrei meu dedo do meio pra ela que logo desfez seu sorriso, troquei de roupa e logo começamos o treino. Estávamos indo muito bem, estava reforçando o treinamento para o campeonato de lideres de torcida do ano que vem. Mais um mês de aula e estaremos de férias, e antes haverá o baile de formatura dos alunos do 3º ano do ensino médio. Todos participaremos o que é ruim, a treinadora teve que ir embora para resolver coisas sobre a nossa participação no campeonato e eu fiquei encarregada do treino já que sou a líder do grupo. Estávamos mandando bem até que a Gomez começou a errar os passos e com isso fazia com que todas errassem também, era proposital e estava me irritando. Enquanto as meninas ainda treinavam fui andando até ela para chamar sua atenção sem parar o treino.
Eu: Tem como fazer certo? – perguntei irônica.
Selena: Eu já estou cansada – falou ela colando a mão na cintura.
Eu: Ou treina direito ou eu falo para treinadora que você anda cansada demais para ficar no grupo – falei séria e ela me lançou um olhar de ódio.
Selena: O chifre te deixou estressada? – perguntou ela quando eu estava voltando ao meu lugar.
            Senti meu sangue ferver, aquilo não ia ficar assim.
Selena: Sabe (SeuNome) não foi muito difícil armar contra o seu namoro com o meu Justin – continuou ela e eu fiquei de costas pra ela apenas ouvindo o que ela dizia enquanto meu ódio só aumentava.
            As meninas pararam o treino e vieram ver o que estava acontecendo.
Blear: Chega de provocação Selena – falou ela tentando fazer a babaca calar a boca.
Selena: Eu ouvi você dizer para as meninas que ia matar aula pra encontrar com ele aqui no ginásio, apenas cheguei mais cedo e armei a cena toda pra que você achasse que ele estava traindo você – contou ela e gargalhou – Ver você com aquela cara de que estava tendo um pesadelo e que não estava acreditando naquilo tudo foi muito divertido.
Eu: Cala a boca – sussurrei e minha raiva só ia aumentando.
Selena: E o Justin... – falou ela sorrindo pelo nariz – Depois de tudo ele ficou irritado comigo, mais eu não precisava me preocupar com isso já que ele não estava mais com você.
Eu: Eu já disse pra calar a boca – falei virando pra ela que apenas sorriu.
Selena: Eu estou te dizendo isso agora porque não tem mais chance de vocês dois ficarem juntos – falou ela e as meninas começaram a me segurar – Você esta com raiva, ele esta com raiva e se não tem confiança não tem amor, devia ter confiado mais no seu namorado (SeuNome).
            Na vida temos certos limites e a Selena não sabia nada sobre o meu limite de paciência e o seu limite de falar.
Eu: Eu sempre achei que você não prestava mais agora eu tenho certeza – falei indo pra cima dela em passos calmos – Sua armação pode ter dado certo sua vadia de liquidação mais você vai ter o que merece, quando eu digo pra calar a boca VOCÊ DEVE CALAR A PORRA DA SUA BOCA. – falei e dei um tapa no rosto dela.
            O tapa foi tão forte que ela caiu no chão, não pensei muito e subi em cima dela estapeando sua carinha de santa puta, ela me acertou um soco que cortou meu lábio inferior e eu logo devolvi um soco nela que não faço idéia de onde pegou. As meninas tentavam nos separar mais nada estava adiantando, me levantei e peguei nos cabelos dela levantando-a junto comigo.
Eu: ISSO É PRA VOCÊ NUNCA MAIS ARMAR PRA CIMA DE MIM SUA VADIA – gritei e depois a joguei no chão com tudo.
            Senti alguém me pegar no colo e me puxar pra longe dela e logo comecei a me debater.
Eu: ME SOLTA – gritei tentando me soltar pra voltar a bater naquela vagabunda.
Selena: SUA LOUCA – gritou ela chorando.
Eu: VOCÊ VAI VER A LOUCA QUANDO EU ARRANCAR ESSE SEU CABELO E ARREBENTAR SUA CARA – gritei e as meninas me olharam assustadas.
            A pessoa que me tirou de perto da Selena me colocou no chão e me virou para olhar pra ele.
Adam: Dá pra parar, né? – falou ele sério.
Eu: Argh Adam não acredito que você não me deixou arrebentar a cara daquela vadia – falei empurrando ele irritada.
Adam: Vai me bater estressadinha? – falou ele segurando minhas mãos e sorrindo – Já bateu nela demais.
Eu: Não, não – falei tentando soltar minhas mãos – Ela merece mais.
Adam: Mais do que aquilo? – falou ele apontando pra Selena saindo junto com o Johnn.
            Ela estava com um hematoma roxo no olho direito e marcas das minhas mãos dos dois lados do seu rosto, sem contar com os arranhões no seu pescoço e as mexas de cabelo que eu arranquei dela. Ela estava arrebentada e pra mim aquilo ainda era pouco.
Adam: Esta no grupo errado marrentinha – falou ele me puxando pra sair dali com ele – Vou te treinar para participar do UFC.
Eu: Engraçadinho – falei olhando pra ele séria e ele gargalhava daquilo.
Adam: Vai ganhar muito grana – falou ele em meio a risadas – Só tem que aprender a parar quando o juiz mandar.
            O Adam me levou pra casa e durante o caminho todo ele ficou me zuando eu nem prestava atenção nele, nesse momento o que eu mais queria era pensar um pouco.
 - “Ele não estava mentindo – pensei e meus olhos se encheram de lágrimas.”

Continua. 
------------------------------------------------------------------------------------------------
Sem facas ou pedras pelo amor de Deus, eu andei meia sem criativida mais assim que ela voltou eu corri pro computador e digitei a fic. Me desculpem mesmo pela demora e muito obrigado pelos 23 comentários suas lindas, como vocês mesmas já devem ter notado eu parei de pedir comentários vou deixar isso por conta de vocês. Vocês é quem vão decidir se eu mereço ou não ganhar comentários (mereço xd) haha. Me desculpem pela demora meus anjos e aí mais um cap quentinho pra vocês espero que gostem. Bjustin :*

 ~~Respondendo~~

@LuianeKristine hauhauahuahuah morta com farofa amoore?! o.O Sobreviva pelo amor do Bieber.

@lalahtiinha1 Nus amoore que pena que você não foi a first :/ Mais quem sabe na próxima :D Muito obrigada mesmo, por tudo amore (: E não morra.

Jubsmeugostoso Aww muita obrigada mesmo (: Que ótimo que gosta do modo como eu escrevo a fic amore isso me deixa muito feliz mesmo :*

@22kodabelieber Awnn amoore obrigada por comentar aqui (: Continuando anjaa :*

@BeliebersdoJB Ahhhhhhh xará mt obrigada mesmo por ter me dado um força quandoo eu estava precisando (: Eu já te amoo mt, mt mesmo xarázinha :*

@MegaFanDoBieber  Aww amoore mt obrigadaaaa (: Perfeita é você u.u Mt obrigada por tudo meu anjoo :*

FanFictions - Brenda OPA, OPA a mafia taah invadindo meu blog uahuahauhau MINHA MAFIOSA <3 Obrigada amore e tadinho do Jubs mesmo acho que já esta na hora de agarrar ele de novo ;) Tchamo²

@Belieber_doJB  Sou malvada amoore U.U huhauahuahuaha Eu estou judiando de você?! OMB como isso eu não posso fazer isso contigo amore, me desculpa :/ Oh meu anjo com também concordo com você, minhas dreamys verdadeiras sempre irão me entender. Muito obrigada mesmo :*

Izabela uahuahauhauhua pronto amore o seu esperado cap 43 esta aí e espero que goste :*

Deiara Owuns comentando só pra me deixar feliz '-' Que vontade de morder mano *nhac* Amore eu faço meus banners no photoscape e algumas letras que eu uso eu baixo as fontes e pronto :) Espero ter ajudo :*

Andréia Morra não meu anjoo oO Continuando... :*

Anônimo uhun D:

Lêh Coitados dos dois, pq os dois estão sofrendo com tudo isso :/  tchan tchan tchan tchaaaan...

Lara Abdon hauhauhauahua te deixei confusa lol Obrigado por tudo mesmo anjoo, perfeite é você u.u Continuando :*

@drielypedroso Own obrigada amore (:

When I look at you Mais é claro que eu não quero te matar hahauahuahuahua Ta maluca?!  Eu hein kkkk Parar na melhor parte POOOODE haha. Nus amoore quem é o personagem que você odeia?! o.O hauahuahuah que isso amore eu não te dei um vacuo eu adoro todos os seus cometários só num pude respoder aquele mais estou respondendo esse e vê se para de reclamar U.U 'run. Ahh amore valeu pelas melhoras e se você quer ver isso aqui pegando fogo (no bom sentido) eu vou por isso pra pegar fogo e depois você se vira pra apagar haha. Bjoos pra você também e muito obrigado por comentar sempre amore, quem sabe um dia você seja  a primeira never say never ;) Muito obrigada mesmo :) 

Helena; perfect = you <3

Imagine Belieber  Esse admirador arrumou pra cabeça de muita gente mais ele tah mais pra um cupido do que admirador haha, obrigado por comentar amore (: Continuando aqui e fico muito feliz que esteja gostando :*

rayanne fernandes Own amore calma, calma. Vocês ficam dizendo que vão morrer desse jeito quem vai morrer sou eu de preocupação o.O Me desculpe pela demora pra postar mais é que eu andei sem criatividade e sem tempo pra criar a fic meu anjo :/ Sinto muito mesmo e aí esta mais um cap pra vocs :*

Bárbara SEJA SUPER, SUPER BEM VINDA AMORE *requebra* Estou mega feliz por ter gostado da fic amore, espero que goste cada vez mais e que esteja com a gente sempre (: Bjão pra você e volte sempre :*

Dona Amore me desculpa por ter demorado para responder seu cometário :/ Estou feliz que esteja gostando do blog :) Ah amore vou seguir seu blog sim e pode deixar que se eu precisar de ajuda entro em contato com você ;) Obrigado hein e vou ficar ligada na promoção pode deixar hein :*

Prontinhoo minhas leitoras lindas fic postada e espero que gostem, viu a Selena apanhou MUAHAUHAHA que maldade mano :/ Mais é a vida. Beijão minhas anjas e até a próxima postagem :* 


sábado, 19 de novembro de 2011

Dreams - Part. 42

Postado por @slaysdrauhl às 18:54
Reações: 
23 comentários
Nunca havia conversado com a mãe da (SeuNome) ela realmente sabe dar esperança a alguém que ainda agora pensava que nem viver conseguiria, se precisamos de tempo é melhor eu aceitar a situação. Só espero que esse tempo nos ajude e que ela volte a ser minha, se no final tudo se resolve eu vou esperar o quanto for preciso pra poder dizer que a (SeuNome) me pertence novamente.
(JustinOFF)

            Fiquei ali em silêncio com ela durante um certo tempo e em momento alguma ela me soltava, logo ouvimos o barulho da porta se abrindo era o Chris e o Adam.
Chris: (SeuNome) eu... – falou o Chris e antes que ele terminasse, eu o abracei bem forte.
Eu: Obrigado Chris – sussurrei apertando mais ele.
Chris: Não foi nada – sussurrou ele retribuindo meu abraço e depositando um beijo em meus cabelos.
            Fiquei abraçada sentindo o cheirinho dele durante um tempo e já estava bem mais calma, o cheiro do Chris me lembra minha antiga casa no Brasil talvez porque a casa vivia com o cheiro dele eu realmente amava seu cheiro. Mais mesmo ali com cheirinho dele eu me lembrava do cheiro do Justin, era como se o perfume dele estivesse sempre no meu nariz. Soltei o Chris após um tempo e sorri pra ele que retribuiu, seu rosto estava com uma pequena lesão na região dos olhos e na bochecha. Me senti culpada ele não estaria assim se eu não estivesse envolvido-o em meus problemas, mais agora já estava feito. Subi pro quarto com a Jullie, hoje eu dormiria aqui com ela e o Adam dormiria com o Chris isso me deixou mais calma. Ela me deu umas peças de roupa minha que estavam lá e eu fui tomar um banho, assim que entrei no banheiro percebi de onde vinha o cheiro do Justin. Estava no meu braço deve ter ficado quando ele tocou em mim, seu cheirinho suavemente amadeirado fiquei sentindo ele durante um tempo e lágrimas escorreram dos meus olhos. Tirei minha roupa e entrei em baixo do chuveiro, deixei a água caindo sobre meu corpo enquanto me lembrava de tudo o que já havíamos vivido um com o outro cada momento todas as palavras. Será que tudo foi em vão?! As esperanças reinavam talvez eu tivesse exagerado ou talvez não, agora eu estava confusa. Fiquei ali durante um tempo e assim que saí me deparei com a Juh jogada na cama dormindo, sorri da situação dela e logo depois fiz o mesmo me deitando calmamente do lado dela. Fiquei deitada pensando em um monte coisas e lágrimas começaram a escorrer no canto dos meus olhos, senti uma mão enchugá-las.
Jullie: Já chega de chorar não acha? – perguntou ela com os olhos ainda fechados e alisando meu rosto.
            Sorri pra ela que me abraçou forte.
Jullie: Logo passa meu anjo – falou ela depositando um beijo em meus cabelos – Agora dorme logo antes que eu te dê uma surra.
            Sorri pelo nariz e logo fui me acalmando, ali sentindo a Jullie minha melhor amiga perto de mim dormi rapidinho. Acordei no outro dia bem cedo, pois teria aula, fui até minha casa e entrei sem fazer barulho. Subi até meu quarto e tomei um banho, me arrumei e depois desci me encontrando com Adam e Jullie me esperando. Fomos pra escola e assim que chegamos lá todos ficaram me olhando passei por eles sem dar à mínima.
Eu: Acho que meu chifre já esta a mostra – comentei com a Jullie que sorriu e olhou pra minha cabeça.
Jullie: Não liga não, quando chegarmos em casa aparamos um pouco – falou ele e eu sorri.
            Todos me olhavam e eu nem estava ligando pra eles, que se fodam. Passei e fui até meu locker guarda alguns livros, assim que abri a porta avistei um bilhete e o peguei. Guardei uns livros lá e depois segui até a sala, o Adam e a Jullie já haviam ido para a aula deles e eu segui até a minha.
Eu: Licença professor – falei entrando na sala.
              Todos me olharam e eu fui até a última mesa do lado direito e me sentei, o professor continuou a aula e logo eu percebi quem estava na mesma aula que eu. Ele estava com o capus e de cabeça baixa, senti um aperto no coração ao ver o Justin assim mais nem tem mais volta.
Professor: Preste atenção na aula senhor Bieber – falou ele encostando perto dele que ergueu a cabeça e sussurrou um “me desculpe”.
            Olhei pro meu livro e depois voltei meus olhos até ele e encontrei algo que eu não queria, seu olhar bem em direção ao meu. Ficamos nos olhando durante um tempo e logo desviei minha atenção, olhando pra lousa e logo em seguida olhando para o meu livro e me deparando com o bilhete ainda fechado. Decidi abri-lo e percebi que o Justin ainda me olhava.

(BilheteON)
“Queria (SeuNome) sei que esta sendo muito difícil pra você estar passando por toda essa situação difícil com o seu namorado (ou ex-namorado), mais quero que saiba que há uma pessoa aqui que esta muito preocupado com você e que quer ver seu lindo sorriso estampado em seu rosto mais uma vez”.
                                                           De seu mais novo admirador.
(BilheteOFF)

            Fiquei confusa com aquilo. Mais novo admirador?! Era só o que me faltava mesmo. Amassei o bilhete e coloquei dentro da minha bolsa, prestei atenção no resto da aula e durante a manhã inteira foi assim. Assim que fui pra casa encontrei com a Jullie do lado de fora da casa dela molhando a grama.
Eu: Saiu mais cedo Juh? – perguntei indo até ela.
Jullie: Saí sim, o Chris estava com febre tive que vir ver como ele estava – falou ela prestando atenção em mim.
Eu: Como ele esta? – perguntei preocupada.
Jullie: Bem melhor – respondeu ela sorrindo – Ele esta dormindo agora.
Eu: Mais tarde eu venho ver ele – falei sorrindo também – Jullie olha isso – falei tirando o bilhete amassado da minha bolsa e dando pra ela.
Jullie: Nossa... Admirador secreto – falou ela e começou a gargalhar – Deve ser o Justin.
Eu: Pensei nisso também – falei pensando mais um pouco – Mais acontece que essa letra não é a dele, acho que não é não ele não.
Jullie: É – concordou ela amassando o papel e me devolvendo.
Eu: Mais tarde eu venho aqui – falei andando em direção a minha casa.
Jullie: É pra vir mesmo – gritou ela.
Eu: Okay – gritei de volta.
            Cheguei na porta de casa e encontrei um bilhete no chão, abaixei peguei depois abri a porta e entrei.

(BilheteON)
“Deve estar querendo saber quem sou eu, mas ainda não posso lhe dizer. A única coisa a dizer é que sou alguém que já foi bem próximo a você e que quer muito o seu bem, tenha um ótimo dia.”
                                                           Do seu admirador.
(BilheteOFF)

            Já estava ficando estranho demais, entrei e deixei o bilhete em cima da mesa. Subi pro meu quarto e troquei de roupa desci e arrumei a casa, depois fui pra casa da Jullie e fiquei lá até de noite. O Chris já estava bem melhor, ficamos assistindo filme e depois eu fui pra casa já que amanhã teremos aula.
Mãe: (SeuNome) precisamos conversar – falou minha mãe assim que eu entrei.
Eu: Depois nos falamos – falei subindo as escadas.
Mãe: Porque não agora? – perguntou ela.
Eu: Estou cansada mãe – falei sem ao menos olhá-la – Depois okay?!
            Apressei os passos e entrei no meu quarto trancando a porta, tomei um banho coloquei meu pijama e depois me deitei. Fiquei pensando, estava curiosa para saber quem era aquele admirador. Não demorou muito e eu peguei no sono.

Continua
 ---------------------------------------------------------------------------
NÃO ME MATEM OKAY?! Minhas gatinhas acontecerem algumas coisas com a nega aqui e eu não consegui postar a fic :/ Me desculpem minhas flores, mais não deu mesmo. Passei por uns dias ruins e as idéias não vinham de jeito nenhum -.- Espero ter recompensado vocs :) Bjustin :*

~~Respondendo alguns comentários~~

rayanne fernandes Seja bem vinda amoore lol Espero que esteja gostando :)

Crazy Girls Quem sabe ela se torne boazinha mesmo :D Isso só o tempo pode dize, obrigada por tudo mesmo amore (: Brigadão mesmo coisa fofa ;)
Deiara Não foi nada amore (:

Izabela Eu abusada?! Sou nada.. haha Divulgando o blog que voc me mandou (:

Amores da minha vida não vou poder responder todos os coments como eu sempre faço porque agora são exatamente 00:51 e eu tenho que sair se não minha mãe vai me matar..haha. Agradeço por todos os comentários e me desculpo mais uma vez pela demora, amo vocês :*
 

* Only Imagine Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos