domingo, 26 de fevereiro de 2012

Recado importante!

Postado por @slaysdrauhl às 19:50
Reações: 
10 comentários
       Então minhas sonhadoras estou aqui para dar um noticia que não será ruim para algumas pessoas, mas que pode deixar outras um pouco incomodadas. Em primeiro lugar eu quero agradecer a todas as leitoras que sempre estão presentes comentando em todos os capítulos e dizer que vocês são essências para tudo isso, e em segundo eu quero lembrar que o blog já esteve em um situação melhor sobre os comentários. Houve um tempo que eu comecei a pedir comentários por postagens e quando eu vi que tudo havia dado certo parei e deixei por conta de vocês e continuamos no mesmo ritmo. Quando eu tive que parar o Imagine Belieber por conta do tempo que meu computador deu pane eu acho que perdi algumas das leitoras ou elas estão apenas vindo aqui, lendo e saindo fora. Gente não é assim que anda essa coisa entende, porque pensem comigo... Eu escrevo aqui, faço de tudo para agradar cada uma de vocês aí eu passo horas escrevendo o Imagine e depois revisando para ficar tudo de um modo que vocês leiam e entendam, mas sabe a única coisa que eu ganho com isso tudo é os comentários de vocês. Cada comentário lindo e maravilhoso de vocês que são maravilhosas me inspira ainda mais, me faz ter vontade de dar mais e mais de mim para poder agradar vocês cada dia mais. Eu sei que as vezes eu demora para postar a fic mais é assim que funciona porque nem todo dia eu posso postar, eu estava postando de dois em dois dias mais acontece que como as aulas voltaram eu fiquei com as coisas meias atrasadas mais já vou reorganizar tudo novamente. Infelizmente eu vou ter que voltar a pedir comentários e vai ficar assim durante um bom tempo até quando eu perceber que as coisas estão se estabilizando, porque não é justo eu escrever tudo isso ver pessoas dizendo coisas maravilhosas sobre a fic enquanto outras vêem aqui leem e depois saem sem ao menos dá sua opinião ou comentar. Mesmo se vocês não pensarem assim o comentário é o que alimenta o escritor, é a critica que nos move e eu estou aqui para saber o que o vocês acham, a opinião de vocês. Até porque o blog não é meu e sim NOSSO, eu fiz isso aqui pensando em vocês, cada capitulo novo eu faço pensando em vocês, pensando nos comentários lindos que eu vou ler quando eu entrar aqui ver vocês colorindo e trazendo alegria para uma coisa que é nossa. Eu espero de coração que todas vocês me entendam e que não fiquem tristes até porque ou eu faço isso ou eu paro de vez com o Imagine e eu realmente não quero fazer isso, até porque não seria justo com leitoras que sempre estão aqui comigo. Eu realmente quero acabar com as leitoras fantasmas, chega de alimentar sonhos de quem eu nem sei a existência. Até porque gente não mata e não demora nada deixar um comentário certo?! Cara eu tenho 77 seguidoras sem contar que eu ouço dizer que meu Imagine está sendo super recomendado por aí e eu também vivo recomendando ele no meu TT e umas amigas também me ajudam, eu só acho que deveria ter mais comentários, se não quiser comentar pode deixar um recadinha na caixa de mensagem ao lado, mas o importante é a opinião de vocês é isso que eu quero aqui. Não quero que tenha milhões de comentários, mas eu quero mais do que apenas 12 comentários ou menos em cada postagem :/ Eu apenas quero minhas leitoras de volta e quero que as coisas voltem a ser como eram antes aqui, espero que entendam e eu começo a pedir os comentários na próxima postagem. 


Com amor da amiga de vocês e escrito, Bianca Pontes! 


Obs: Assim como vocês eu também sou uma sonhadora. 



sábado, 25 de fevereiro de 2012

Dreams - Part. 60

Postado por @slaysdrauhl às 17:27
Reações: 
10 comentários
Voltamos a andar e mentíamos uma certa distancia dos outros para podermos conversar melhor, contei pra ela como tudo aconteceu e ela me deu umas dicas.

            O Justin andava junto ao John e eles conversavam sobre alguma coisa divertida pelo visto, era difícil saber que o John gostava de mim e só me contou depois que eu voltei com o Justin.  Ele teve várias oportunidades de me contar ou sei lá de jogar alguma indireta pra eu sacar que ele gostava de mim mais do que como amiga, ele é um cara legal e tudo, mas o Justin é a minha escolha e querendo ou não alguém vai sair machucado dessa. Fiquei pensando em um monte de coisas enquanto andava em silêncio próxima a Jullie, chegamos até o nosso destino uma linda vista de uma montanha. O sol estava se pondo e a vista ficou ainda mais perfeita, senti alguém envolver minha cintura e quando virei me deparei com o Justin e seu sorriso perfeito.
Justin: Eu sei que há alguma coisa errada com você – falou ele chamando a minha atenção para o seu rosto – Mas tudo bem se não quiser contar.
Eu: Justin é que... – comecei e parei antes que estragasse tudo – Eu já disse que não é nada demais, daqui a pouco passa – conclui e selei nossos lábios.
Justin: Se for algo comigo, por favor, me fale – sussurrou ele com os olhos fechados e suas testa próxima a minha.
            Fiquei fitando-o durante um tempo, era ruim ter que vê-lo achando que eu estava insatisfeita com ele sendo que a coisa não chegava nem perto disso. Eu estava completamente satisfeita com ele, em poder tê-lo novamente, em poder retomar a nossa relação e ter dado o nosso primeiro e longo passo. Eu estava apenas evitando brigas, evitando desentendimentos que não precisam ocorrer se ninguém souber de nada.
Justin: Eu te amo (SeuNome) – falou ele abrindo os olhos e olhando profundamente nos meus.
Eu: Eu também te amo Jay – sussurrei e ele selou nossos lábios levando suas mãos até a minha cintura e puxando seu corpo mais sobre o seu.
            Logo ele pediu passagem para sua língua e eu concedi, era um vicio ter a língua dele explorando cada parte da minha boca enquanto me causava sensações que eram desconhecidas por mim. Encerramos o beijo com selinhos e depois sorrimos um para o outro, quando nos demos por conta a galera já havia voltado a trilhar. Agora iríamos voltar para a chácara antes que anoitecesse e ficássemos perdidos nessa mata, eu e o Justin fomos andando de mãos dadas enquanto conversávamos sobre um monte de coisas. Ele ficava falando de quando ele foi lá na minha casa e minha mãe ficou lhe contando sobre quando eu era pequena, isso era constrangedor. Enfim chegamos até a casa e eu já estava completamente exausta precisando de um longo e merecido banho, o dia havia sido longo e o clima estranho com o Justin ainda estava rolando. Entramos e eu subi até o quarto para tomar um banho, assim que entrei em baixo do chuveiro senti um peso saindo de minhas costas eu não estava mais aguentando aquela situação.
            Saí do banho após um longo tempo enquanto secava meus cabelos cantarolava algumas músicas misturadas, assim que parei perto da minha cama jogando meu cabelo para trás me deparei com o Justin me encarando de um modo meigo.
Justin: Esta cansada? – perguntou ele sentando-se na cama enquanto eu fitava-o confusa.
Eu: Não muito – respondi e ele sorriu malicioso.
            Não pude  deixar de gargalhar daquela situação, o Justin estava tentando me seduzir e como sempre ele conseguiu. Vi suas bochechas corar e isso só aumentou minha vontade de rir, peguei minhas roupas e me dirigi ao banheiro.
Justin: Onde você esta indo? – perguntou ele com um sorriso malicioso.
Eu: Me trocar no banheiro – respondi sorrindo e provocando.
            Ele sorriu de lado e levantou vindo em minha direção com o seu sorriso mais perverso.
Justin: Não vai precisar das roupas – sussurrou ele e eu senti minhas bochechas queimarem, provavelmente eu já estaria como uma pimenta.
            Ele foi chegando seus lábios perto dos meus e selou-os segurando firme minha cintura colando nossos corpos, eu não podia me conter, suas provocações eram difíceis de se conter. Ele sabe que seu charme sempre me afeta e agora está usando isso contra mim, enquanto como sempre estava perdida em seus truques para me deixar a mercê dele me esquecia completamente do ambiente onde estávamos e que talvez alguém poderia entrar e nos ver. Eu não estava muito me importando com os outros detalhes e sim com aquele momento hipnotizante da língua do Justin explorando cada parte de minha boca me causando turbilhões de sensações que eu nunca havia sentido antes. Senti minhas pernas tremerem quando ele deu leves puxões em meus lábios e uma de suas mãos passaram sobre minhas costas nuas me causando arrepios dos pés à cabeça, senti seus dedos passaram lentamente sobre a borda da toalha e quando ele ia soltá-la ouvimos um barulho perto da porta e nos afastamos. Ele me olhou assustado e eu apontei pra de baixo da cama, era uma das meninas que estavam falando ali perto. Ele negativou e eu apressei meus passos até o banheiro entrando e trancando a porta, ouvi alguém entrar e conversar com ele no quarto. Coloquei uma roupa e depois de um tempo saí me deparando com a Jullie sentada na cama dela conversando com o Justin, ele me olhou e sorriu me fazendo sorrir também. A situação havia sido estranha e ela nem havia percebido o que havia acontecido, ficamos conversando ali durante mais um tempo e depois descemos para jantar. 


Continua...
--------------------------------------------------------------------------------------------
Amores dessa vez eu tenho uma explicação :x Sabe eu andei sendo um filha ruim e sem querer no calor do momento e com a cabeça quente eu levantei a voz pra minha mãe e aí ela me deixou de castigo :// Ela me liberou mesmo por conta do IB que ela sabe que eu escrevo e pans e disse que eu poderia sentar aqui para postar e tals, mas agora ela já deixa eu mexer na boa :) Então amores eu vou tentar postar de dois em dois dias se não ficar muito apertado por conta da escola, mas como as coisas ainda estão lights acho que vai dá sim (: 

Maiara Cremer Ei, ei seja bem vinda sonhadora ~le eu pulando porque ganhei uma leitora nova do papai do céu *O* Aww valeu amor e diva é você ;) Espero que esteja por aqui sempre colorindo o blog e me enchendo de alegria com sua presença maravilhosa lol Agora você me pertence MUAHAUHAUHAUAHUHUAHUA e nem vem que não tem escapatória u.u 

E é isso aí minhas sonhadoras, até a próxima postagem e eu espero receber vários comentários lindos *O* Amo vocês, tenham uma ótima leitura <3

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Dreams - Part. 59

Postado por @slaysdrauhl às 18:43
Reações: 
12 comentários
Elas sorriram e depois desejamos boa noite umas as outras e apagamos a luz, fiquei pensando um pouco até que peguei no sono.

            Acordei e ainda estava escuro, olhei para o relógio e ainda era 02:30 da madrugada esfreguei meus olhos eu não estava mais com sono, fechei meus olhos tentando dormir e não consegui. Me levantei e saí do quarto sem fazer barulho para não acordar as meninas, passei a mão nos meus cabelos jogando-os para trás e desci as escadas indo até a cozinha. Abri a geladeira e peguei uma garrafa de água depois saí indo até a varanda ver a lua que estava muito linda.
Adam: Tá fazendo o quê aqui marrentinha? – perguntou ele sentando do meu lado.
Eu: Como eu estou sem sono vim ver a Lua – respondi admirando a Lua – E você?
Adam: Perdi o sono e quando vi você aqui vim ver o que estava fazendo – respondeu ele sorrindo.
Eu: Ah – murmurei e bebi mais água.
Adam: A Jullie ficaria irritada se descobrisse que eu era seu admirador secreto – falou ele olhando para a lua e eu o fitei confusa.
Eu: Ela vai ficar irritada – falei e ele me olhou sorrindo de lado.
Adam: Fico feliz que você e o Justin tenham se resolvido – falou ele sorrindo.
            Sorri para ele e depois ficamos em silencio olhando para a lua.
Eu: Obrigado Adam – falei sorrindo para ele que me olhou e sorriu.
Adam: Te amo marrentinha – falou ele me abraçando e eu abracei-o bem forte.
Eu: Eu também te amo coisa chata – sussurrei apertando-o ainda mais.
Justin: Momento romântico com a minha namorada? – perguntou o Justin sentando do lado do Adam.
            Eu e o Adam nos afastamos e sorrimos.
Adam: Ela é minha irmã né cara – falou ele e depois os dois gargalharam – Vou tentar dormir que amanhã a caminhada vai ser longa – falou ele levantando-se e entrando novamente na casa deixando eu e o Justin sozinhos.
Eu: Também perdeu seu sono? – perguntei quebrando o silencio.
Justin: Acho que você que o levou – falou ele sorrindo e me fazendo sorrir.        
            Ficamos conversando por mais um tempo e logo meu sono foi chegando, chamei-o para entrar e depois nos despedimos com um beijo e fomos para os nossos devidos quartos.
***
            Acordei com as meninas conversando e me levantei indo direto para o banheiro, eu estava morrendo de sono e de dor de cabeça. Tomei um banho e depois saí enrola na toalha me deparando com o quarto vazio, me arrumei e depois saí me encontrando com o Justin parado na porta do quarto a minha espera.
Justin: Bom dia bebê – falou ele me encostando na porta e selando nossos lábios.
            Suas mãos desceram até minha cintura puxando meu corpo mais sobre o seu e sua língua passou sobre meus lábios pedindo passagem, concedi e logo estávamos envolvidos no momento como em todas as vezes que nos beijamos daquele jeito. Ouvi alguém fazer barulho com a garganta e nos afastamos nos deparando com o John nos encarando.
John: Vamos sair para trilha daqui a pouco, não se atrasem – sibilou ele e depois saiu assobiando para disfarçar o desconforto com a situação.
            Respirei fundo ao lembrar-me do que ele me disse ontem “Acho que eu estou gostando de você”. Eu não queria magoar o John, mas eu também não queria estragar a amizade dele com o Justin e o melhor jeito é fingir que nada aconteceu e permanecer na mesma mesmo tudo estando tão diferente. Olhei para o Justin e ele estava me encarando enquanto eu permanecia perdida em meus devaneios.
Justin: Está tudo bem? – perguntou ele estreitando seus olhos.
Eu: Sim, porque não estaria? – falei enquanto atropelava minhas palavras numa tentativa falha de fazer como que ele acreditasse em mim.
Justin: Você parece preocupada com alguma coisa – falou ele olhando em meus olhos.
Eu: Impressão sua – falei forçando um sorriso.
            Ele apenas ficou me olhando enquanto eu desviava meu olhar e tentava disfarçar minha expressão.
Eu: Vamos – falei mudando completamente o assunto e ele estreitou seus olhos novamente.
            Fui andando na frente enquanto ele vinha bem atrás pensando em alguma coisa com uma expressão facial que me deixava preocupada com os tipos de coisas que poderiam estar rolando dentro de sua cabeça. Encontramos nossos amigos do lado de fora da casa conversando enquanto arrumavam as ultimas coisas para começarmos a trilhar, fiz questão de ajudar as meninas para poder ter um tempo para voltar ao normal e poder ficar perto do Justin sem confundi-lo ou deixa-lo pensativo. Sentia seu olhar sobre mim enquanto eu fugia dele, enquanto eu tentava ao máximo parecer normal e não uma pessoa preocupada com alguns acontecimentos que estavam me perturbando. Enfim terminamos e seguimos em uma caminhada até uma floresta perto da xácara, o John conhecia a trilha e segundo ele voltaríamos antes do anoitecer, começamos a caminhar e eu fui ao lado da Jullie enquanto conversamos sobre coisas de garotas.
Justin: Esta fugindo de mim? – perguntou ele encostando-se ao meu lado enquanto a Jullie foi até o Adam lhe pedir uma informação.
Eu: Não – respondi normalmente olhando-o nos olhos.
            Enfim eu havia conseguido relaxar mais e deixar minha mente fluir em coisas positivas.
Justin: Não é o que parece – falou ele entrelaçando seus dedos aos meus e guiando-me na caminhada – Você parece estar me escondendo algo.
Eu: Não é nada demais Justin – falei calmamente enquanto olhava meus pés – É apenas saudade de casa – falei olhando-o e depois olhando para o chão novamente.
            Ele me olhou e sorriu, apenas retribui e ficamos o resto do caminho em silencio. Era estranho ter que esconder alguma coisa do Justin, eu não conseguia olhar muito em seus olhos porque a vontade de contar de uma vez o que havia de errado me dominava. Então eu apenas evitava trocar olhares ou algo do tipo, ele ficava me encarando, com certeza havia percebido que eu ainda estava estranha. Puxei meus dedos disfarçadamente dos seus soltando nossas mãos e ele estreitou seus olhos e eu apenas sorri de lado e me afastei indo até a Jullie.
Eu: Amiga, preciso te contar uma coisa – falei tensa e ela me encarou confusa.
Jullie: O que foi? – perguntou ela enquanto encurtávamos os passos para ficarmos distantes dos outros – Não me diga que se arrependeu de ter perdido sua virgindade com o Justin – falou ela arregalando seus olhos.
Eu: Claro que não menina, nada haver isso – falei fitando com um olhar de reprovação – Acha que eu ia me arrepender da melhor coisa que já fiz na vida? – perguntei e ela sorriu.
Jullie: Tá então qual é o problema? – perguntou ela parando bem a minha frente.
Eu: O John disse que gosta de mim – falei de uma vez e sua boca abriu lentamente enquanto ela me olhava incrédula.
Jullie: Como isso amiga? – perguntou ela ainda incrédula.
Eu: Ah eu também não faço ideia – falei disfarçando ao máximo para que o Justin não percebesse.
Jullie: E agora como vai ser? – perguntou ela olhando disfarçadamente pro John que sorriu sem graça.
Eu: Sei lá, vou tentar não magoar ninguém – falei e ela assentiu sorrindo de lado.
            Voltamos a andar e mantemos uma certa distancia dos outros para podermos conversar melhor, contei pra ela como tudo aconteceu e ela me deu umas dicas.
--------------------------------------------------------------------------------------------
Aiin o John também vem falar pra (SeuNome) agora que gosta dela :x Foda viu, agora é ver no que dá tudo isso e torcer pra não dar briga. Porque lembrando que ele já roubou uma namorada do Justin uma vez, mas roubar a (SeuNome) já é outra coisa né ! 


AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH EU SEI, EU SEI... DEMOREI 2510165784515645615 ANOS PRA POSTAR A FIC DDDDD: Desculpa sonhadoras, eu tô de férias da escola e pans mas o carnaval tá ai eu vou na praia ver os gatenhos :9 haha' Realmente me desculpem por isso, mas agora que eu vou ficar uma semana sem ir pra escola e eu vou postar com mais frequência (yn' E é isso ae amoores, obrigado pelos lindos comentários ♥ Amo vocês ! Até a próxima postagem ;*


Hey, I just met you and this is crazy, but here's my number... So call me maybe? ♪♫

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Dreams - Part. 58

Postado por @slaysdrauhl às 14:41
Reações: 
12 comentários
Ficamos conversando sobre isso e falamos uma de cada vez como se sentiu na primeira vez, a Bree acabou assumindo que já teve sua primeira vez com o Chaz eles formavam um lindo casal.

(JustinON)
            Eu não ia aguentar muito tempo sem ter relações sexuais com a (SeuNome) propus um lugar e ela não aceitou disse que veríamos outro, mas eu vou tentar convencer ela com o meu charme. Assim que ela entrou no quarto eu segui até onde eu e os outros caras íamos ficar, entrei e eles estavam jogando vídeo game. Arrumei minhas roupas, tomei banho e depois fui até onde eles estavam. Eu usava um bermudão e como estava calor fiquei sem camisa, o Christopher ficava me encarando eu realmente não sei qual é a dele.
Chaz: E aí dude – falou ele fazendo o nosso toque.
Ryan: Firmeza dude? – falou ele e fizemos nosso toque também.
Justin: De boa – falei sorrindo.
Chaz: Cara ainda bem que você e a (SeuNome) se resolveram – falou ele sorrindo.
Ryan: Tava na hora já – falou ele dando um soco leve no meu ombro.
Justin: É – concordei sorrindo me lembrando da minha namorada perfeita.
John: Tua vez dude – falou ele batendo no meu ombro e me dando o controle.
Eu: Agora eu vou mostrar para o Chaz como se joga – falei sentando.
Chaz: Vai tomar taca – falou ele e eu gargalhei.
            Começamos a jogar e como sempre eu ganhei dele, ficamos zuando no quarto durante um tempo e depois combinamos de fazer o jantar para as meninas.
(JustinOFF)

            Ficamos conversando durante um tempo e depois decidimos descer para fazermos a janta, passamos pelo quarto dos meninos e estava um silencio. Descemos as escadas e quando chegamos à cozinha a mesa estava arrumada e a comida sobre ela, tinha macarrão a bolonhesa, salada e refrigerantes para todos os gostos. Eu e as meninas nos entre olhamos e fomos até a sala, os meninos estavam sentados no sofá assistindo futebol.
Justin: Esse juiz filho da... – começou ele e quando me viu parou e sorriu forçado.
 Blear: Onde vocês compraram aquela comida? – perguntou ela sorrindo.
John: Nós que fizemos minha querida – falou ele se achando.
Bree: O cheiro esta uma delicia, mas o sabor é outra coisa – falou ela e as meninas sorriram.
Chaz: Eu ajudei – falou ele fazendo biquinho.
Bree: Ah então esta uma delicia – falou ela beijando ele e nós sorrimos.
Justin: Vamos comer logo – falou ele e eu o encarei – Calma aí gente depois que eu beijar a minha namorada é claro – concluiu ele e todos gargalharam indo até a cozinha.
Eu: Perguntaram dos arranhões? – perguntei envolvendo o pescoço dele.
Justin: Não – respondeu ele esfregando seu nariz no meu – Perguntaram das suas marcas?
Eu: Aham – grunhi enquanto estava louca para beijá-lo de uma vez.
Justin: O que você disse? – perguntou ele tocando seus lábios suavemente nos meus me fazendo fechar os olhos e depois afastando novamente.
Eu: Eu disse que meu namorado é um bruto – falei e ele sorriu pelo nariz.
Justin: Quero fazer de novo – falou ele colando seu corpo ao meu me fazendo sentir sua ereção em minha barriga logo em seguida tomando meus lábios de um modo enlouquecedor.
            O beijo havia passado de gentil a ousado, me perdia cada vez mais em sua provocação enquanto a língua áspera dele explorava cada parte da minha boca me levando a loucura. Sentia minha cabeça latejar e meus pés pareciam não estar mais sobre o chão, sentia meu corpo amolecer a cada toque provocante do Justin. Depois de ter feito amor com ele era difícil estar nessa situação e não pensar em apenas fazer tudo novamente.
Eu: Vamos comer Jay – falei encerrando o beijo e me afastando para não cair na tentação.
            Ele apenas assentiu e fomos até a cozinha, todos estavam sentadas servindo-se. Sentei-me e o Justin sentou-se do meu lado, comemos e ficamos conversando na mesa. Os meninos ficavam bagunçando, eles sempre bagunçam em qualquer lugar. Depois fomos até a sala e o Chaz inventou de assistirmos um filme, enquanto alguns arrumavam a sala eu decidi me oferecer para fazer a pipoca e o Justin fez o mesmo falando que ia me ajudar. Fomos até a cozinha e eu coloquei a pipoca no microondas e enquanto estava de costas ele me abraçou encostando seus lábios suavemente em meu pescoço fazendo meu corpo inteiro arrepiar.
Justin: Eu te amo – sussurrou ele com sua voz rouca em meu ouvido me tirando um sorriso bobo.
Eu: Eu também te amo Jay – falei e depois selei nossos lábios.
            Ficamos nos olhando e sorrindo feito idiotas, quando estamos apaixonados acabamos virando idiotas. Ficamos até mesmo pior que crianças. A pipoca ficou pronta e depois fomos até a sala levando-a em duas tigelas grandes. As luzes estavam todas apagadas e havia alguns deitados no chão e cobertos, eu e o Justin nos sentamos no sofá e nos cobrimos junto com o Adam, a Jullie, a Bree e o Chaz. Entregamos uma tigela de pipoca para os que estavam no chão e ficamos com uma.
Chaz: Filme de terror (SeuNome) – falou ele sorrindo e pegando a pipoca.
Justin: Eu estou aqui para protegê-la se ficar com medo – falou ele sorrindo e eu não pude deixar de sorrir envergonhada.
            O filme começou e enquanto eu olhava para as cenas sem ao menos piscar o Justin entrelaçou seus dedos aos meus em baixo do cobertor, nos olhamos e sorrimos. Quando eu voltei a olhar para a TV a cena era horrível me encolhi no peito do Justin e mordi meus lábios prendendo o grito.
Justin: É só um filme meu amor – sussurrou ele apertando minha mão.
            Assenti assustada e ele me abraçou, eu quase não assisti o resto do filme. Ficava fechando meus olhos para não ver aquelas cenas horríveis e depois ter um pesadelo, antes eu gostava agora eu tenho pavor. O filme acabou e depois para descontrair assistimos uma comédia romântica, quer dizer eu quase não assisti porque o Justin ficava me beijando o tempo todo.
Eu: Era para você me distrair no de terror – falei fazendo biquinho.
Justin: É que eu ainda não tinha assistido aquele – falou ele e depois me beijou novamente.
            O filme acabou e ficamos conversando um pouco com a lareira ligada e depois decidimos subir para dormir já que amanhã cedo vamos fazer trilha.
Justin: Boa noite bebê – falou ele selando meus lábios.
Eu: Boa noite Jay – falei sorrindo e beijando a ponta do nariz dele.
            Fui para o meu quarto e ele pro dele quando eu entrei as meninas já estavam deitadas e conversando, fui ao banheiro e coloquei meu pijama seguidamente saindo e me deitando.
Jullie: Você e o Justin são tão lindos juntos – falou ela sorrindo e as meninas concordaram.
Bree: Eles são tão feitos um para o outro – falou ela encantada apertando o travesseiro.
 Blear: Vendo os dois da até para se acreditar em contos de fadas – falou ela sorrindo.
Eu: Assim vocês me deixam sem graça – falei corando – Muito obrigada minhas gatinhas.
            Elas sorriram e depois desejamos boa noite umas as outras e apagamos a luz, fiquei pensando um pouco até que peguei no sono.
---------------------------------------------------------------------------------------------
Eu sei que sou muito vacilona e demorei pra caralho para postar a fic, mas me desculpem minhas lindas. É que eu tô numa leseira desde o inicio das aulas, porque durante as férias eu me acostumei a dormir tarde e ainda continuo dormindo tarde para acordar cedo --' E quando eu digo tarde quero dizer 2:00, 3:00 da madruga para acordar 05:25 e depois ter que ficar a tarde toda acordada cuidando da minha sobrinha :x Mas eu vou fazer de tudo pra dar uma adiantada na fic e postar com mais frequência mesmo se eu tiver que postar com os olhos fechados (yn' Amo vocês e espero que entendam, boa leitura e até a próxima postagem!

~~Respondendo alguns cometários~~

@smilerkidrauhl Menina de onde cê tirou que eu sou a cara da Jasmine Villegas o.O Vou ter que dizer que não temos nada haver, porque realmente não tenho nada haver com ela u.u Ela é diva linda e eu, eu nem sei o que sou g.g Então para de comparar a Jasmine comigo, tadinha da menina U_U Que bom que amou a fic *---* Ficoo muito feliz, parecendo pinto no lixo haha' ;D (pinto: pintinho amarelinho, pra ninguém pensar besteira ;p)

Anônimo Eitaa mais uma xará véei u.u A família tá crescendoo *O* Ah Bianca obrigada por ter se revelado a mim e quero avisar que agora você é toda e inteiramente minha u.u E que eu nunca vou deixar você ir MUAHUAHUAHUHAUAHUA porque uma vez minha, para sempre minha u_u haha' ♥ Ouns obrigada pelos elogios a fic e fico muito feliz que esteja realmente gostando :D E pelo amor de Deus não tenha um ataque o.O 

@SelenaMyLifeBR Awwwwwwwwwwwwwwwww SEJA SUPER BEM VINDA SELENATOR *O* Owuns fico muito feliz que tenha gostado tanto assim da fic amor, aiin meu Deus que primeiro comentário lindo que você me deixou nem sei muito o que dizer ><' Primeiro eu quero que saiba que se eu ofender a Selena aqui que você não se sinta excluída ou fique triste isso faz parte da ib, porque sempre tem que ter a vilã ;) Mas o que eu escrevo aqui não é o que eu penso sobre a Selly até porque ela tem um puto de um talento e as músicas delas são fodásticas *---* Adoroo muitoo hein, espero te ver sempre por aqui colorindo o blog e trazendo alegria para essa guria aqui :D Mas uma vez seja bem vinda sonhadora ♥ 


E é isso aí minhas sonhadoras lindas, quero agradecer a todos os outros comentários lindos como sempre *O* Amo muito vocês e nos encontramos na próxima postagem :) E rayanne fernandes para de se achar me dizendo que suas aulas só começam 5 de março sua metida u_u Eu não me importo(me importo sim :/ Que sortuda) Mesmo você fazendo essa maldade comigo eu ainda te amo faloow?! U_U haha ♥ 

Amo todas vocês, obrigado por tudo mesmo ♥ 





quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Dreams - Part. 57

Postado por @slaysdrauhl às 16:53
Reações: 
12 comentários
Fizemos nosso toque mais uma vez e depois o John foi para o carro dele, minutos depois iniciando a partida. E eu segui bem atrás.
 (JustinOFF)

            Enquanto o John foi até o carro do Justin falar com ele eu passei um pouco de pó compacto nas manchas, não escondeu muito mais ajudou um pouco. Depois que ele voltou seguimos viagem em silêncio durante um tempo.
John: Que bom que você e o Justin voltaram – falou ele sorrindo e eu retribui – Preciso dizer uma coisa.
Eu: Pode dizer – falei sorrindo e olhando para ele.
John: Ér... Eu ia dizer antes mais... – começou ele e eu o interrompi.
Eu: Fala logo John – falei dando um empurrão de leve no ombro dele.
John: Acho que eu estou gostando de você – falou ele e eu arregalei meus olhos incrédula – Eu não quero que você pare de falar comigo ou fique se preocupando, só quero que saiba mesmo.
Eu: Sinto muito – falei me virando para frente.
John: Eu vou superar (SeuNome) não se preocupe com isso – falou ele me olhando – É que passamos tanto tempo juntos e você é tão linda e atenciosa que é impossível um cara não se apaixonar, você é o tipo de garota que não se encontra hoje em dia é única.
            As palavras dele me deixavam ainda mais culpada, ter que por ele naquela situação de saber que minha relação e do Justin passou mais do que uns beijos era terrível. Era incrível o ver dizendo isso sobre mim, mas ao mesmo tempo tão assustador. Eu não sabia o que dizer, eu não tinha nenhuma reação apenas continuei olhando para frente. O John é um cara legal, mas o Justin é o cara que eu amo e sempre vou amar. Não quero que o John fique sofrendo por mim e nem quero que ele e o Justin deixem de ser amigos.
John: Não se preocupe – falou ele me tirando dos meus devaneios.
Eu: John é tão incrível e assustador ouvir você dizer isso – falei ainda impressionada.
            Ele apenas sorriu e continuamos o resto da viagem em silêncio, o clima ficou estranho depois daquilo. Depois de um longo tempo de tortura chegamos até a xácara e ela era extremamente linda ainda mais linda do que no meu sonho. A Jullie estava nos esperando na entrada da xácara e assim que viu o carro chegando abriu um sorriso. O John estacionou e quando eu ia abrir a porta para sair ele me puxou.
John: Não quero que as coisas fiquem estranhas entre a gente – falou ele olhando nos meus olhos.
Eu: Okay – falei sorrindo.
John: Acho bom mesmo lutadora – falou ele me fazendo sorrir.
            Abri a porta e assim que saí a Jullie veio me abraçar.
Jullie: Que marcas são essas? – perguntou ela sussurrando.
Eu: Depois te conto – sussurrei de volta sorrindo.
Jullie: Acho bom – falou ela sorrindo também.
            O resto da galera estava perto do lago bagunçando, o Justin encostou do meu lado e sorriu.
Justin: Senti saudade – sussurrou ele pegando minha mão e entrelaçando seus dedos nos meus.
            Sorri envergonhada e fomos andando de mãos dadas até onde nossos amigos estavam eles conversavam e nem prestaram atenção na nossa presença.
Adam: Marrentinha – gritou ele vindo em minha direção e me abraçando forte.
Eu: Coisa chata – falei sorrindo assim que ele me soltou.
            Todos encararam minha mão e do Justin, nos entre olhamos e eu estava pensando se tomava atitude ou não.
Justin: Eu e a (SeuNome)... – começou ele me tirando dos meus devaneios – Voltamos a namorar – concluiu ele me olhando e sorrimos um para o outro.
Bree: Aww que ótimo – falou ela vindo me abraçar.
Blear: Se eu não tivesse dado um empurrãozinho vocês não tinham voltado – falou ela toda convencia e depois me abraçou.
            Todos ficaram felizes com a volta do meu namoro com o Jay, quer dizer quase todos. O Chris nem se quer falou comigo, assim que o Justin disse que tínhamos voltado ele se levantou e saiu emburrado. Fiquei olhando enquanto ele ia até a casa batendo os pés e bufando, eu não queria vê-lo assim éramos amigos e ele tinha que entender que não seriamos mais do que aquilo.
Britney: Temos que comemorar – falou ela e o resto da galera começou a gritar e fazer bagunça.
            Eu estava distraída quando o Adam me pegou no colo e saiu correndo comigo.
Eu: ADAM PARA AGORA – gritei enquanto ele me levava até o lago.
            Quando me dei por conta ele já havia me jogado e logo em seguida jogaram o Justin, era uma boa comemoração. Como se fosse um trote da faculdade eles gargalhavam enquanto eu xingava cada um deles em pensamento, o Justin veio nadando e me deu um beijo. Nossos amigos eram uns idiotas, os idiotas que eu mais amava nessa vida. Não conseguiria mais viver sem aquilo, eles começaram a gritar e bater palmas era uma loucura. Depois de um tempo de zuação eu e o Jay saímos do lago e fomos até a casa que era enorme. Os meninos dividiram, havia dois quartos enormes. Um para as meninas e outro para eles.
Justin: Não acredito que vou ter que dormir longe de você – falou ele fazendo biquinho.
Eu: Os quartos são um do lado do outro Jay – falei selando ele.
Justin: A gente pode marcar de... Você sabe o que lá na cabana – falou ele e em seguida sua bochecha corou.
            Eu não acreditava que ele havia me proposto aquilo, comecei a gargalhar enquanto ele corava cada vez.
Eu: Não vamos fazer você sabe o que em uma cabana Justin – falei botando a língua para fora com cara de nojo.
Justin: Vamos bebê – falou ele todo manhoso fazendo biquinho.
Eu: Nem pensar – falei indo até o quarto com as meninas.
Justin: (SeuNome) – resmungou  ele vindo atrás de mim.
Eu: Depois vemos outro lugar – falei e ele sorriu, selei os lábios dele e me virei entrando no quarto.
            Coloquei minhas roupas no closet e depois tomei um banho, assim que sai me encontrei com as meninas sentadas na cama conversando.
Serine: Você parece mais bonita – falou ela me olhando e sorrindo – Uma teoria impossível, mas é que você está diferente.
Blear: É o amor – falou ela pegando um travesseiro e dançando uma espécie de valsa.
            Não pude deixar de rir daquela palhaça e logo os olhos delas foram até as marcas no meu pescoço. Droga eu havia me esquecido.
Jullie: É nos conte sobre essas marcas – falou ela me empurrando até a cama.
            Eu sentei e fiquei encarando elas até que minhas bochechas começaram a queimar, elas começaram a rir descontroladamente enquanto eu morria de vergonha.
Bree: Vocês transaram? – perguntou ela impressionada.
            Eu assenti e elas ficaram me olhando incrédulas.
Blear: Tava na hora já né – falou ela quebrando o silencia – Tanto tempo temperando pensei que ele ia deixar para outro comer.
Jullie: Blear – sibilou ela encarando-a – Nos conte como foi (SeuApelido).
Eu: Juh eu não vou contar isso – falei me deitando e colocando o travesseiro no meu rosto escondendo minhas bochechas coradas.
Jullie: Você gostou? – perguntou ela e eu fiquei pensando.
Eu: Amei – sussurrei e elas sorriram.
Britney: (SeuNome) isso é normal não precisa ter vergonha – falou ela tirando o travesseiro do meu rosto – O que achou?
Eu: Foi à melhor experiência que eu já tive na vida – falei sorrindo e elas suspiraram encantadas com a minha felicidade – Foi tão perfeito.
Jullie: A minha primeira vez também – falou ela olhando para cima como se estivesse se recordando da sua primeira vez com o Adam.
            Ficamos conversando sobre isso e falamos uma de cada vez como se sentiu na primeira vez, a Bree acabou assumindo que já teve sua primeira vez com o Chaz eles formavam um lindo casal. 
------------------------------------------------------------------------------------------
Demorei pra postar porque como algumas de vocês sabem os dias de tortura voltaram e eu tenho que frequentar a escola(infelizmente) todo dia de manhã e então eu fico meia sem tempo de estar postando, mas irei me esforçar pra postar mais rápido para vocês e quando eu tiver prova ou algum trabalho escolar para fazer eu não irei postar então vocês já estarão avisadas que se eu demorar demais é porque estou ocupada com coisas da escola :) Espero que entendam até porque muitas de você são estudantes e sabem bem como é essa vida e como eu estou no 2º ano do Ensino Médio eu preciso me esforçar muito para terminar os estudos sem repetir (yn' Então é isso minhas sonhadoras, beijos beijos e até a próxima postagem !

E mais uma vez eu quero pedir para as anonimas lindas para sempre que comentarem colocarem seu nome apelido ou qualquer coisa que posso te identificar ou que você queira que eu te chame porque fica meio confuso falar com uma anonima sendo que tem vários outros sem nomes :x E se houver alguma leitora fantasma aí aparece e venha fazer a minha felicidade :D haha' Até porque eu não gosto de fantasmas e eu prometo não te morder(só se você quiser) e vou te dar muito amor como eu faço com TODAS as minhas sonhadoras! 

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Dreams - Part. 56

Postado por @slaysdrauhl às 18:56
Reações: 
11 comentários
Depositei um beijo no cabelo dela e depois fechei meus olhos recapitulando o que acabamos de viver, não demorou muito e eu dormi
(JustinOFF)

            Acordei com frio e quando abri meus olhos percebi que já estava de manhã. Me movi saindo de cima do peito do Justin e logo ele virou se arrumando e dormindo feito um anjo. Sorri ao me lembrar do que acontecido ontem, me levantei e fui até o banheiro bocejando durante o caminho. Eu nunca havia dormido tão bem como dormi naquela noite, cheguei ao banheiro me enrolei em uma toalha e fui até o espelho me olhar. Joguei meu cabelo para trás e olhei atentamente em meus próprios olhos vendo a felicidade que ali estava enquanto um sorriso bobo aparecia em minha boca, passei minhas mãos em meus braços e revia a cena da noite passada rolando em minha cabeça. Fechei meus olhos e toquei cada parte do meu corpo que o Justin tocou noite passada me lembrando até da sensação que me causava arrepios constantes, subi até meus lábios e passei meus dedos suavemente sobre eles ainda com os olhos fechados e me lembrei do quão os lábios dele foram suaves sobre os meus. Joguei meu cabelo mais uma vez para trás e depois passei a ponta dos meus dedos no meu pescoço me lembrando dos beijos que ele distribuiu por ali.
Justin: Acho que se passar maquiagem esconde – falou ele no meu ouvido e eu me assustei abrindo meus olhos e encarando-o que sorria de ponta a ponta.
Eu: Passar maquiagem aonde? – perguntei me virando de frente para ele que ainda sorria.
Justin: Aqui – falou ele me virando para o espelho e mostrando o meu pescoço.
            Eu estava tão focada e viajando na maionese que nem se quer reparei que havia chupões em meu pescoço, nada muito exagerado mais não seria muito difícil de reparar neles. E com os amigos que temos seria impossível esconde-los até mesmo com maquiagem.   
Justin: Acha que uma maquiagem ajuda a esconder? – perguntou ele e depois beijou meu pescoço suavemente fazendo meu corpo inteiro arrepiar.
Eu: Acho que não Senhor Bruto – falei virando de frente para ele e selando nossos lábios.
Justin: É que você me deixou maluco Senhora Bieber – sussurrou ele no meu ouvido me deixando envergonhada.
            Senti minhas bochechas corarem e ele logo começou a rir de mim.
Eu: Isso não tem graça – falei fazendo biquinho e andando até a pia.
Justin: Eu adoro te ver assim – falou ele me abraçando por trás.
Eu: Assim como? – falei e ele sorriu pelo nariz.
Justin: Tímida e depois irritada por ter corado – falou ele me virando e olhando em meus olhos enquanto passava a mão nos meus cabelos.
            Ficamos nos olhando e sorrindo durante um tempo, até que o Justin selou meus lábios e colou mais nossos corpos. Ele passou sua língua áspera sobre meus lábios e depois pediu passagem e claro que eu concedi, nossas línguas dançavam dentro de nossas bocas e faiscavam quando se tocavam. Ele afastou um pouco meu corpo da pia sem partir o beijo e me pegou no colo me sentando sobre a pia de mármore que me causou arrepios por estar fria, meu coração acelerava a cada toque dele e suas mãos logo foram subindo apertando minhas coxas e invadindo a toalha. Ele me puxou mais contra seu corpo e subiu sua mão na expectativa de tirar minha toalha, tudo estava conspirando ao seu favor até que escutamos alguém bater na porta. No primeiro momento continuamos até que bateram novamente, ele afastou seus lábios dos meus e encostou nossas testas respirando fundo.
Justin: Um minutinho – sussurrou ele ainda com os olhos fechados.
            Ele foi atender a porta e desci de cima da pia arrumando a toalha e tentando controlar minha respiração.
XX: Tem um rapaz chamado John esperando por você e pela (SeuNome) lá em baixo – falou uma voz desconhecida.
Justin: Ah tudo bem – rebateu ele – Fala para ele esperar quinze minutos.
XX: Sim senhor – falou ele e logo depois eu ouvi a porta bater.
            Fui até o quarto e peguei uma roupa na bolsa, depois voltei para o banheiro e tranquei a porta. Tomei um banho relaxante e rápido, depois me arrumei e saí me deparando com o Justin na porta.
Justin: Tentou a maquiagem? – perguntou ele olhando para o meu pescoço.
Eu: Não vai dar certo – respondi passando por ele e guardando tudo na bolsa – É melhor deixar assim.
            Ele sorriu e depois entrou no banheiro deixando a porta entre aberta, negativei o comportamento dele e logo tive uma idéia. Fui até o frigobar do quarto e peguei uma garrafa de água gelada, abri a porta lentamente sem fazer barulho e ele estava lavando o cabelo de costas e cantarolando. Fui chegando mais perto cuidadosamente e assim que tive a oportunidade joguei a água gelada bem em cima dele.
Justin: (SEUNOME) – gritou ele e eu tentei sair correndo do banheiro mais ele me pegou me molhando toda – Agora você me paga.
Eu: Não Justin chuveiro não – falei segurando na porta – Cócegas, por favor, cócegas – implorei me debatendo em seus braços.
            Ele me colocou dentro do chuveiro de roupa e tudo, enquanto eu me debatia tentando sair ele me imprensava na parede sorrindo vitorioso. Parei de me debater e olhei atentamente para o rosto do Justin que agora estava me encarando, ele chegou seu corpo mais próximo e eu senti sua ereção entrar em contato com a minha barriga o que fez minha intimidade pulsar de desejo de tê-lo novamente dentro de mim. Ele foi chegando seus lábios cada vez mais próximos dos meus até que bateram na porta.
Eu: Acho melhor eu ir atender – falei ainda lesada pela situação.
O Justin assentiu se afastando de mim, eu saí do banheiro enquanto ele continuou tomando o banho dele. Troquei de roupa e tive que ficar com meu cabelo molhado, depois fui até a porta.
John: Pensei que não fosse abrir – falou ele entrando.
Eu: É bom ver você também John – falei sarcástica.
John: Aww minha lutadora – falou ele me abraçando e bagunçando meu cabelo.
Eu: John MEU CABELO – falei e ele sorriu.
John: Oh Dude até que fim cara – falou ele indo até o Justin e fazendo um toque maluco deles.
Justin: E aí cara curtindo muito a xácara? – perguntou ele virando de costa para pegar a camisa.
            Olhei para as costas do Justin e ele estava todo arranhado, fiquei olhando para os arranhões e desejando para que o John não vesse.
John: Caralho Dude andou saindo com as gatas? – perguntou ele e eu fiquei toda vermelha.
            O Justin me encarou e eu o encarei, seguidamente o John olhou para o Justin e depois para mim.
John: Ah você saiu com a gata – falou ele sorrindo e o Justin sorriu junto enquanto eu sentia minhas bochechas corarem ainda mais – Com esses arranhões nas suas costas e chupadas no pescoço da (SeuNome) dá para ver que vocês andaram brincando de lutinha, aquela luta na cama.
            Senti minhas bochechas corarem ainda mais e vendo que eu estava naquele estado o Justin ficou sério encarando o John que não parava de sorrir.
Justin: Já chega Dude – falou ele e na hora o John parou e ficou prendendo a risada.
            Pegamos a bolsa e o John desceu na frente enquanto eu e o Justin fomos atrás.
Justin: Desculpa – sussurrou ele enquanto descíamos pela escada.
Eu: Por quê? – perguntei fitando ele confusa.
Justin: Pelas marcas no seu pescoço – falou ele abaixando a cabeça.
Eu: Jay – falei erguendo a cabeça dele para que ele me olhasse – Eu amei a noite em que passamos juntos e não são umas marquinhas no meu pescoço, uns arranhões nas suas costas e os comentários idiotas dos outros que vai mudar isso, entendeu?
            Ele abriu um sorriso lindo e logo depois me selou, continuamos descendo e assim que chegamos ao carro encontramos o John encostado no carro dele.
Justin: Vai com o John – falou ele guardando as bolsas e depois me selando.
            Fui até o carro do John e ele abriu a porta para que eu entrasse sem ao menos dizer nada. Sentei no banco dá frente e fiquei esperando ele.
(JustinON)
            Eu acordei e não vi a (SeuNome) na cama, fui procurá-la e encontrei com ela viajando enquanto passava a mão em partes do seu corpo. Percebi que eu havia deixado marcas no pescoço dela e confesso que aquilo me deixou um pouco bolado comigo mesmo, eu não queria expor tanto assim que a nossa relação noite passada passou de uns beijinhos. Quase transamos de novo umas duas vezes mais o John estava nos esperando e sempre alguém atrapalhava batendo na porta, enquanto eu tomava banho senti minhas costas arder mais não pensei que fosse nada demais até que o John fez graçinha deixando a (SeuNome) sem graça por conta dos arranhões. No começo eu até brinquei junto, mas quando percebi que ela estava tímida com a situação parei e fiz com que o John parasse também, depois de ouvir ela dizer que não dava a mínima para as marcas que estavam em nossos corpos, que não importava o que os outros fossem falar sobre isso e que havia amado a noite em que passamos juntos me senti bem melhor, acertei as contas do hotel e me despedi da Cathy que me deu uns conselhos para fazer as pazes com a (SeuNome) depois fui para o meu carro e enquanto arrumava nossas coisas no porta malas me lembrava de tudo.
John: Fico feliz por você e pela (SeuNome) – falou ele encostando do meu lado.
Eu: Valeu cara – falei fechando o porta malas e fazendo o nosso toque.
John: E aí como anda as coisas? – perguntou ele meio sem jeito.
Eu: Estamos namorando de novo – falei sorrindo.
John: Ah moleque – falou ele sorrindo e bagunçando o meu cabelo – E como ela se saiu na primeira vez?
Eu: Ela foi incrível cara – falei me lembrando da noite passada – Nem parecia ser a primeira vez dela, me deixou maluco.
John: Com todo o respeito cara – falou ele sorrindo – Se ela deixa maluco com roupa imagina sem.
Eu: Cuidado com o diz bro – falei ficando sério e depois caímos na gargalhada juntos.
John: Ela é tua parceiro e espero que dessa vez tu não vacile – falou ele sério.
Eu: Pode deixar comigo bro – falei sorrindo – Eu vou casar com ela cara.
John: Tudo bem noivinho – falou ele sorrindo – Só cuidado pra não por sua boca na de outra garota a não ser a (SeuNome).
Eu: Pode deixar bro eu não vou cometer o mesmo erro duas vezes – falei e ele sorriu.
            Fizemos nosso toque mais uma vez e depois o John foi para o carro dele, minutos depois iniciando a partida. E eu segui bem atrás.
 (JustinOFF)
------------------------------------------------------------------------------------------
POSTADOOOOOOOO meus anjos mais perfeitos de TODO ESSE MUNDO sz Quero agradecer a todos os cometários do cap anterior e dizer que eu fico MUITO FELIZ que vocês tenham gostado da minha primeira parte hot :) Também quero deixar avisado que como eu sou UMA SUPER FÃ da Saga Crepúsculo se vocês prestarem bem atenção em alguns capítulos contem cenas parecidas com a do filma Amanhecer, que eu amo de paixão *--* Minha xará já prestou atenção haha' Essa xereta que eu amo mtmt u.u Então é isso minhas anjas, mas um cap pra vocês quentinho e com as emoções da primeira noite de amor do Justin e vocês né ;) Até a próxima postagem e espero pelos comentários maravilhosos de vocês colorindo e trazendo muita alegria no blog ! Amo vocês e tenham uma boa leitura. 

~~respondendo alguns comentários~~

@Biebswaaag Ahhhhhhhh você também é team breezy?! Que maravilhaa amoor *OOOOOOOOOOO* Valeu pelo comentário lindo e fico feliz que tenha gostado tanto do cap. hot ashuahsuhaushuahush Opa, opa, opa quero saber o porque desse apelido Lu se seu nome é Gabriela, pode me contando mocinha u.u haha'

Anônimo Ahhhhh amoor seja bem vinda ao blog e que bom que você gostou heein :) Dá proxima vez que você comentar deixa seu nome no final para eu saber quem é minha mais nova sonhadora aqui ok? *O* Espero que continue colorindo aqui sempre com seus comentários e opiniões que sempre serão bem vindas :) Obrigada por tudo!

Yazmyn Allyce Amor é sim a minha primeira fic postada em um blog com pessoas lendo haha' E também é a primeira fic que eu criei *--* Mas agora eu já tenho outras prontas para serem postadas também, mas vou esperar e quando tiver quase no final dessa vou começar a postar outra :)  Obrigada pelo comentário e fico feliz que tenha gostado!

Um agradecimento especial para a minha xarázinha e sister @BeliebersdoJB

E estava eu toda confusa se postava ou não o capitulo hot quando me aparece um anjo para tirar todas as minhas duvidas e me tranquilizar com suas palavras doces e isentivos positivos que me ajudou a continuar e apenas pensar que tudo daria certo, essa realmente é a primeira parte hot que eu escrevo e como não sou muito experiente no assunto eu achei que não agradaria algumas leitoras que acompanham outras histórias e com certeza acompanhariam fic's com partes hot's melhores do que a minha. Eu postei e a primeira pessoa a ler foi a Bianca minha xará linda que me disse que achou ótima e que eu não precisava me preocupar que com certeza vocês também gostariam ou apenas me dariam um toque para mudar algumas coisas, eu fiquei insegura e pensando que talvez eu pudesse ter dado mais de mim e ter feito algo melhor para vocês, mas todo vez que eu entrava aqui e via esses comentários inspiradores que vocês me mandam eu percebi que a Bia tava certa que vocês realmente gostam do que eu faço e do modo como eu faço. Quero agradecer você xará por ter me dado força e me enchido de esperança quando eu pensei que não tinha talento algum para continuar incentivando essas sonhadoras acreditarem e seguirem sonhando, obrigada por estar sempre do meu lado e me ajudar quando eu mais preciso. Obrigada por cada elogio e cada comentário inspirador que você deixa aqui no blog, obrigada por tudo e principalmente por aparecer na minha vida :) Eu te amo muito xarázinha linda sz  


Muito obrigada todas vocês sonhadores que acompanham a fic e gostam do meu trabalha, eu realmente amo todas vocês do fundo do meu coração. E eu nunca, NUNCA mesmo vou abandonar vocês e espero que vocês também nunca me abandonem :) Eu não sei o que seria de mim sem vocês então eu só posso agradecer, agradecer por vocês realizarem meu sonho e elogiarem o meu trabalho, a única coisa que eu AMO fazer. Muito, muito obrigada mesmo, eu amo vocês sz 

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Dreams - Part. 55

Postado por @slaysdrauhl às 17:36
Reações: 
16 comentários
Eu já estava sem fôlego e assim que cheguei perto do nosso quarto entrei e fechei a porta sem trancá-la. Corri e tentei entrar em baixo da cama, senti alguém puxar meus pés e comecei a me debater
Justin: Vem aqui menina malvada – falou ele me puxando.
Eu: Não – falei sorrindo e tentando puxar meus pés.

            O Justin me puxou e me virou subindo em cima de mim e começando a fazer cócegas. Eu me debatia e sorria descontrolada e ele não parava nem um minuto se quer.
Eu: Nã-não J-Jay – falei sorrindo e sem ar.
            Sentia o sorvete da blusa dele cair sobre a minha fazendo meu corpo todo arrepiar com o contato gelado sobre minha pele, o Justin mantinha um braço de apoio para não pesar seu corpo sobre o meu de tanto me mexer bati no braço dele e seu corpo despencou sobre o meu, ele olhou fundo nos meus olhos e o meu sorriso foi se desfazendo aos poucos. Ficamos nos olhando durante um tempo e eu o sentia chegar cada vez mais perto, ele selou seus lábios aos meus e pendeu seu corpo mais sobre o meu encaixando sua perna entre as minhas, suas mãos foram até meu rosto intensificando mais o beijo. Sua língua áspera entrava em contato com a minha disparando um tipo de choque sobre o meu corpo inteiro, ele partiu o beijo e me pegou no colo logo em seguida me deitando sobre a cama e subindo em cima de mim retomando o beijo, ele parou e tirou a blusa dele e a minha. Eu não hesitei em parar, eu queria aquilo talvez até mais que ele. Durante tempos amando ele eu não me arrependeria de fazer isso, voltamos a nos beijar e ele sentou me colocando em seu colo envolvi a cintura dele com as minhas pernas e retomamos o beijo novamente muito mais apaixonante. 

PARTE HOT ... Se não gostar recomendo que pule!

            Ele soltou o fecho do meu sutiã e logo depois o tirou com cuidado me deitou lentamente sem partir o beijo e desabotoou meu short seguidamente tirando sua calça. Seu membro rígido era gritante para sair de dentro da sua Box roxa, sentia minha intimidade pulsar sobre o membro dele em contato com ela e meu desejo de tê-lo dentro de mim e ter minhas primeiras experiências sexuais com o garoto que eu amo só ia aumentando. Ele selou meu lábio suavemente e depois foi descendo beijando meu pescoço passando por entre os meus seios, beijando minha barriga chegando até minha calcinha e tirando-a lentamente seguidamente voltando e beijando meus lábios lentamente. Uma de suas mãos se preencheu com um dos meus seus e logo ele encerrou o beijo descendo e abocanhando o meu outro seio livre. Ele o sugava e dava leves chupadas me enlouquecendo e me deixando ainda mais excitada, mordia meus lábios e apenas pensava no prazer que o ato dele estava me proporcionando enquanto apertava os lençóis. Ele voltou para os meus lábios e roçava sua intimidade sobre a minha nua me tirando gemidos roucos abafados pelos seus beijos. Aquilo estava sendo uma tortura para mim, eu precisa acabar com aquele desejo.
Eu: Chega de tortura Jay – sibilei em forma de um gemido no ouvido dele e passei minhas mãos nas costas dele puncionando seu corpo mais sobre o meu.
            Ele sorriu pelo nariz e minutos depois se livrou de suas cuecas, ele voltou a me beijar enquanto encaixava suas pernas sobre as minhas procurando uma forma de encostar nossas intimidades sem me machucar. Seus atos me tranqüilizavam, não era como no meu pesadelo. Respirei fundo quando percebi que ele iria começar a penetrar, ele começou devagar fazendo movimentos lentos e excitantes. Me concentrava enquanto sentia ele entrar mais e mais dentro de mim, seus movimentos se tornaram de calmos a mais profundo me fazendo apertar seus ombros com as minhas unhas. Ele fazia movimentos de vai e volta intensificando ainda mais a penetração, escutava os gemidos baixos dele no meu ouvido enquanto ele calmamente tentava romper o meu hímen. Após um tempo ele penetrou com um pouco mais de intensidade e eu logo senti uma dor, tinha certeza que ele havia rompido o meu hímen de vez. Ele acelerou o ritmo da penetração e intensificou, a dor foi se transformando em prazer. Passei minhas unhas nas costas dele enquanto ele penetrava cada vez mais rápido me levando ao delírio, naquele momento eu estava entendendo porque algumas pessoas dizem que sexo enlouquece. É realmente uma ótima experiência e tê-la com alguém que você confia e ama é melhor ainda, eu não conseguia pensar em mais nada a não ser no prazer que o ato que estávamos cometendo estava me dando. Nossos gemidos ecoavam sobre o quarto e parecia que o lugar estava em chamas, em alguns momentos o Justin abafava os gemidos me beijando mais em outros ele pendia sua cabeça no meu pescoço e penetrava cada vez mais fundo. Depois de horas fazendo aqueles movimentos enlouquecedores eu comecei a sentir algo estranho dentro de mim, eu não sabia muito bem mais em minha mente se passava que meu orgasmo estava mais próximo do que eu esperava. Ele apoiou as mãos na cabeceira da cama pegando mais impulso nas penetrações e beijou meus lábios suavemente enquanto me penetrava mais rápido e mais fundo a cada segundo. Senti minha vagina contrair e um líquido quente escorrer, minutos depois ele ejaculou e começou a diminuir as entocadas. Ele penetrava lentamente até que parou e relaxou seu corpo com seu membro ainda dentro de mim enquanto controlava seu peso. Ficamos assim durante um tempo controlando nossas respirações, sentia meus olhos pesarem eu estava cansada depois de tudo. Após um tempo tentando controlar a respiração ele saiu de cima de mim deitando do meu lado, puxando o lençol para cima de nós dois e me puxando para deitar em seu peito.
Justin: Eu te amo Senhora Bieber – sussurrou ele ainda ofegante.
Eu: Eu te amo Jay – falei e selei nossos lábios logo em seguida deitando e me concentrando enquanto ouvia os batimentos acelerados do Justin.
            Senti meus olhos se fecharem e tentei mantê-los abertos, mais não consegui. Não demorou muito e eu entrei em profundo sono talvez o mais profundo que eu já tive.

(JustinON)
            Eu não estava acreditando no que havia acabado de acontecer, enquanto a (SeuNome) dormia em meu peito completamente nua eu me lembrava de tudo o que havíamos acabado de fazer. De cada toque, cada caricia e de todos os meus movimentos em cima do seu corpo e seu gemido suavemente ecoando em meu ouvido. Dessa vez não ouve imprevisto e nada que nos atrapalhasse dessa vez ela queria, eu queria, nós queríamos e nada mudaria a nossa mente até que matássemos esse desejo de uma vez por todas. Agora sim eu podia dizer que ela era completamente minha, mesmo que essa também não tenha sido a minha primeira vez ela se transformou na primeira vez em que eu fiz amor, a primeira vez em que eu senti coisas que eu nunca senti antes. Ela estava me levando à loucura sem ao menos dominar a situação, parecia um sonho tê-la daquele modo para mim. Sem que ela percebesse eu reparei em cada detalhe do seu corpo e como ele era perfeito, eu nunca pensei que teria tanto assim na vida. Às vezes passava pela minha mente que eu não merecia o amor da (SeuNome), ela chegava a ser mais que perfeita para mim e eu tinha medo de perdê-la para alguém. Esses pensamentos não precisam mais me incomodar depois dela ter confiado sua virgindade a mim, era incrível como ela era frágil em minhas mãos enquanto eu dava mais e mais prazer para ela. Era totalmente diferente das outras vezes em que eu transei com alguém, tinha o seu toque mais que especial o melhor momento de toda a minha vida. Fiquei pensando em tudo e sorrindo feito um idiota me lembrando do que acabará de ocorrer, duvidando até mesmo da minha capacidade de ter tido a garota que eu mais amo nessa vida tão próxima de mim tão profunda. Depositei um beijo no cabelo dela e depois fechei meus olhos recapitulando o que acabamos de viver, não demorou muito e eu dormi.
(JustinOFF)
---------------------------------------------------------------------------------------------
Emfim postei a PARTE HOT sadksahleijrlebndjksgdhlsndsdnskaldgsajkdbskdnsklad ~~ Sei lá eu não gostei muito, acho que ficou sabe eu nem sei apenas não achei que ficou muito boa ><' Mais prometo que vou caprichar nas próximas :D Não postei ontem porque dei uma revisada pra poder deixar tinindo pra vocês minhas gatonas taradas, eu vi muitas pedindo por esse momento e depois de 54 caps eu postei a part hot desse casal perfect haha. É a primeira vez que eu estou escrevendo uma parte hot então se estiver ruim podem me avisar que na próxima vez antes de postar eu leio alguma coisa erótica kansdaelwknbdkjsagdbjsabdjs ~~lê eu ficando tarada~~ Então minhas gatenhas espero que gostem né, só isso Xeruu :*xoxo


 

* Only Imagine Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos