sábado, 3 de setembro de 2011

Dreams – Part. 5

Postado por @slaysdrauhl às 18:43
Reações: 
Depois de terminar de almoçar lavei os pratos e depois subi para meu quarto. Separei a roupa que vou usar hoje pra sair com o Ryan, fiquei lendo o livro e comecei a fazer minha parte do resumo. Até que quando olhei para hora já era 19:00 horas.

                   
Tomei um belo banho e me vesti, fiz um penteado passei uma maquiagem básica e coloquei minhas sandálias 20:00 em ponto e a campainha toca, peguei minha bolsa e abri a porta.
Ryan: Nossa você está linda – falou ele me olhando de cima pra baixo.
Eu: Obrigado, você também está lindo – retribui o elogio.
Ryan: Vamos? – perguntou ele vidrado em mim.
Eu: Vamos – falei saindo e trancando a porta da minha casa.
Chegando perto do carro dele ele abriu a porta pra mim e depois que eu entrei ele deu a volta e entrou iniciando a partida. Chegamos a um lindo restaurante na praia e fizemos o pedido.
Ryan: O que te trouxe a Los Angeles? - perguntou ele quebrando o silêncio.
Eu: A empresa que a minha mãe trabalha transferiu ela pra cá – falei mexendo em minhas unhas.
Ryan: Deve ser difícil deixar tudo pra trás, uma vida inteira por causa de uma coisa mínima – falou ele olhando pra mesa.
Eu: Diz isso pra minha mãe pra você ver - falei olhando nos olhos dele – pra ela só importa esse emprego e que se dane o resto
Ele parecia triste e permanecia pensativo enquanto mexia o copo.
Ryan: Como seu namorado reagiu quando você contou pra ele que teria que se mudar pra cá? – perguntou ele abaixando a cabeça.
Eu: Ah no começo ele ficou arrasado, mais depois conversamos direitinho e ele acabou aceitando – falei enrolando uma mexa solta do meu cabelo.
Ryan: Gosta dele? – perguntou ele ainda de cabeça baixa.
Eu: Ele foi meu primeiro namorado, era impossível não gostar dele – falei com um sorriso de lado enquanto me lembrava dos bons momentos com o Chris.
Ryan: Como ele se chama? - perguntou erguendo a cabeça.
Eu: Christopher – respondi.
Ryan: Vocês ainda estão namorando? – Perguntou ele meio que sussurrando.
Eu: Resolvemos que daríamos um tempo até resolvermos nossa situação – respondi.
Ryan: É uma pena – falou ele tocando minha mão que estava em cima da mesa.
            Fiquei com uma cara de envergonhada mais mantive nossas mãos ali. Ele me olhava de um modo diferente, não sei bem como explicar mais até parecia de bobo apaixonado. O garçom chegou para nos servir tirando a concentração do Ryan sobre mim, jantamos e após terminarmos pagamos a conta e fomos dar uma volta na praia.
Ryan: O Christopher tem sorte de ter uma garota tão linda como você – falou ele olhando para o mar com as bochechas já se corando.
Eu: Obrigado Ryan – falei super tímida – E você tem namorada?
Ryan: Ainda estou em busca da garota certa – concluiu ele sorrindo pra mim.
Eu: Tomará que a encontre logo – falei sorrindo enquanto molhava meus pés na água do mar.
Ryan: Acho que já achei – rebateu olhando fundo nos meus olhos e se aproximando.
Eu: Realmente essa não é uma boa ideia Ryan – falei me afastando – Se eu soubesse que era essa sua intenção nem aceitaria sair com você.
            Fui andando em direção ao restaurante para pegar minha bolsa, mas antes que eu chegasse na metade do caminho ele me puxou pelo braço deixando nossos corpos próximos até demais. Sentia sua respiração ofegando enquanto seus lábios se encostavam mais e mais aos meus.
            Quando os lábios dele se pressionaram aos meus dando início a um beijo meus pensamentos foram até o Justin, enquanto Ryan procurava uma passagem para um beijo intenso eu imaginava em minha mente que ele era o Justin. Assustando-me com meus pensamentos perturbadores eu o empurrei.
Eu: Ryan – falei com muito esforço, pois estava sem ar.
Ryan: Desculpa, é que... Eu...
Eu: Eu te desculpo, mas tem que me prometer que jamais fará isso novamente – falei o interrompendo.
Ryan: Eu não sei o que aconteceu comigo – falou ele virando-se de costas pra mim – Prometo fazer de tudo pra isso não se repetir.
            Ele não falou mais nada e o seu ânimo estava mais que pra baixo.
Ryan: Vou te levar pra casa agora – falou ele indo em direção ao seu carro.
            Fui até o restaurante e peguei minha bolsa, durante a partida não falávamos nada. Chegando na frente da minha casa ele parou e abaixou a cabeça.
Eu: Não precisa ficar esse clima tenso entre a gente Ryan – conclui quebrando o silêncio – você é um cara legal, mas o problema sou eu. Eu ainda tenho que falar com o Chris e preciso de um tempo pra pensar com bastante calma e sem pressão, aliás, o mundo não foi feito em um só dia.
Ryan: Eu sei [SeuNome] – falou ele erguendo a cabeça e olhando fundo em meus olhos – Nunca senti isso por ninguém antes, no primeiro momento em que te vi meu mundo parou. Sei que deve amar seu namorado ainda, mas foi você mesmo que disse que vocês dois deram um tempo no namoro, o que significa que você pode ficar com outras pessoas e ele também. Saiba que quando seu mundo voltar a sua rotação normal estarei te esperando, eu sei que é cedo mais já tenho a certeza de que estou apaixonado por você. É mais forte que eu e mais que a razão, fiz aquilo sem pensar porque meus lábios sentem necessidade de ter os seus perto deles.
            Meus corações disparavam a cada palavra dita por ele. Era a última coisa que eu queria nesse momento maluco da minha vida, um garoto dizendo estar apaixonado por mim (¬¬’)
Ryan: Não acreditava em amor a primeira vista até você aparecer e me fazer sentir isso, é como se meu coração não estivesse mais em meio peito e sim com você o tempo todo. Meus pensamentos vão ao extremo mais a todo o momento você está nele, nunca disse isso pra outra garota, você é a primeira que me fez sentir tudo isso. Vou entender se não quiser me dar uma chance ou se já estiver interessada em outra pessoa, mais saiba que vou te esperar o tempo que for preciso e se for preciso morrerei te esperando.
Eu: Nossa Ryan que palavras lindas – falei tímida com a situação – Nem sei o que dizer.
Ryan: Diga que vai pensar na possibilidade de me dar a chance de te fazer feliz – rebateu ele tocando em meu rosto.
Eu: Ryan eu sou caso perdido – falei fazendo uma careta que o fez sorrir – Ficar me esperando só vai atrasar sua vida. Acho melhor você partir pra outra, aliás, eu não quero ser culpada de partir seu coração.
Ryan: Se me der uma chance não vai precisar passar por isso – rebateu ele.
Eu: Se eu te der uma chance vou partir seu coração mais rápido do que você imagina – falei abaixando minha cabeça.
            Tenho certeza que não conseguiria esconder do Ryan que estou começando a gostar do Justin e isso iria partir o coração dele sem dúvida alguma.
Ryan: Como pode saber se ainda nem tentou? – perguntou ele com uma expressão confusa.
Eu: Porque eu sou assim – respondi meio que sussurrando – Eu não posso te dar todo amor que você está me oferecendo. E eu não quero iludir você.
            O silêncio tomou conta e eu fiquei olhando pela janela.
Ryan: Podemos continuar sendo amigos? – perguntou ele após respirar fundo.
Eu: Se estiver tudo bem pra você, claro que podemos – falei sorrindo.
            Ele me abraçou forte como se fosse o último abraço de nossas vidas.
Eu: Agora eu preciso ir – falei abrindo a porta do carro – Até amanhã.
            Deu um beijo na bochecha dele e logo depois sai.
Ryan: Até amanhã [SeuNome] – rebateu ele e eu pude ouvir mesmo indo em direção a minha casa.
            Antes de entrar em casa eu me virei e acenei pra ele, que retribuiu com um lindo sorriso e logo iniciou a partida. Entrei e logo fui em direção ao meu quarto, tomei um belo e relaxante banho, coloquei meu pijama e me deitei.
Meus pensamentos estavam longe da realidade, aliás, nem acredito que estou me apaixonando por um garoto que eu nem conheço direito. Eu pensei em contar ao Ryan, mas fiquei com medo de que ele contasse para Selena e estragasse tudo, o que mais esta me confundindo mesmo é esse sentimento repentino que meu coração está gerando pelo Justin. Reações constrangedoras perto dele e calafrios eu só posso estar me apaixonando mesmo, era só o que me faltava.

Continua...


                                           (NarradoraON)
 Ah suas lindas adorei os comentários, obrigado mesmo. E vocês que são maravilhosas! Amei os comentários :D Obrigado mais uma vez
                                           (NarradoraOFF)



           

4 comentários:

' Brenda Andrade - on sábado, setembro 03, 2011 disse...

Haaaaaaaaaaaaaaaaa que perfeitaaaaaaaaaaaaaa Biaaaa....continua,amei tudo,kkk beijos nenem ;*

@GirlsOf_Bieber on sábado, setembro 03, 2011 disse...

aaaaaaaaaaaaaaaah eu amei sério ta perfeita demais :) e eu arrecem comecei a ler nem faz um dia.

And. on domingo, setembro 04, 2011 disse...

QUE LEAMMMMDO BIA *--* Quero mais,to amando!

Fã Club JB on sábado, junho 02, 2012 disse...

Eu já to viciada!!!!hahahah

Postar um comentário

Ei, que tal deixar um comentário na história? Não dói e faz bem ao coração do autor :)

 

* Only Imagine Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos