segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Dreams - Part. 35

Postado por @slaysdrauhl às 17:49
Reações: 
No sonho estávamos na festa novamente e tinha um cara com ela no canto da festa beijando- a, eu cheguei perto deles e tentei separá-los mais não dava. Acordei suando e assustado com aquele sonho e ela estava dormindo em meu peito, fui me acalmando aos poucos. Confesso tenho medo de perder a (SeuNome), esse tempo que ficamos longe um do outro me fez perceber que ela é mais importante pra mim do que eu imaginei que fosse. Fiquei pensando e demorei pra voltar a dormir novamente, mais depois de um tempo não vi mais nada.
(JustinOFF)

            Acordei com o canto dos passarinhos e abri meus olhos com dificuldade, eles estavam pesados e minha cabeça parecia que iria explodir. Logo lembrei da noite de ontem, consegui me lembrar de poucas coisas mais o suficiente pra morrer de vergonha do Justin quando ele acordar. Eu espero não ter falado nenhuma besteira pra ele ontem, eu realmente estava hiper bêbada e louca. Levantei-me e fui tomar mais um banho gelado, assim que terminei e saí do chuveiro me troquei e desci.
            Deixei o Justin dormindo e fui preparar um café bem forte pra tirar a minha ressaca, havia outra mensagem na secretaria eletrônica.

(MensagemON)
“Grande festa ontem (SeuNome), você bêbada dançando com aqueles caras arrasou. Acho que perdeu pontos com o Justin. ”
(MensagemOFF)

       Fiquei pensando mais um pouco e logo reconheci a voz, era a Selena. Como aquela vaca tinha o meu número?! Não sei mais sei que quando eu ver ela vou encher a cara dela de porrada. Terminei de passar o café e depois tomei uma xícara cheia enquanto assistia TV, cochilei um pouco e quando acordei escutei um barulho na cozinha. Levantei e fui lá ver o que era.
Eu: Jay – chamei assim que entrei na cozinha.
Justin: Oi amor – falou ele virando pra me ver.
       Eu sorri e ele veio me dar um beijo, ele mais uma vez estava fazendo o café da manhã.
Eu: Sabe Jay se ficar fazendo isso eu vou ficar mal acostumada – falei com os lábios ainda próximos ao dele – Você cozinha pra mim, faz todas as minhas vontades e até banho você me deu.
       Ele sorriu de um modo meigo e eu o selei.
Justin: Só quero te fazer feliz – falou ele e eu sorri boba.
Eu: Me faz feliz só por existir na minha vida – falei e ele sorriu bobo.
       Ele fez ovos mexidos com bacon, e estava com um cheirinho incrível, sentamos pra comer e eu mais uma vez elogiei o que ele fez. Depois fomos assistir TV e ficamos deitadinhos juntos, começou a chover muito forte e eu tinha que tirar a roupa que estava lá no quintal de trás.
Eu: A roupa Jay – falei e saí correndo.
       Ele veio junto comigo e começamos a recolher as roupas, eu sorria do modo como ele tirava as roupas já estávamos encharcados e depois ele ainda ficou me segurando na chuva pra que eu não entrasse pra dentro de casa.
Justin: Banho de chuva amor – falou ele me segurando.
Eu: Não Jay – falei puxando meu braço e tentando correr.
       Consegui e saí correndo mais ele me pegou novamente me levando pra chuva e ficando de frente pra mim me olhando nos olhos, ele foi se aproximando e selou nossos lábios. Coloquei minha mão em seu rosto dando mais intensidade ao beijo e ele envolveu minha cintura me puxando mais contra seu corpo, pediu passagem pra sua língua e eu concedi. O beijo estava sendo o mais calmo possível, sempre quis um beijo na chuva e o acho que o Justin sabia que esse era o maior sonho de quese todas garotas. Era apaixonante e nossas línguas trabalhavam em conjunto nos envolvendo ainda mais naquele beijo, que pra mim poderia não acabar nunca mais. Encerramos o beijo com selinhos e por ultimo eu dei uma leve puxada no lábio inferior dele, nos olhamos e sorrimos. Depois entramos e subimos pro quarto pra trocarmos de roupa, já estava à noite e hoje fazíamos um mês de namoro.
Justin: Eu volto pra te buscar as 21:00 – falou ele me selando e saindo.
        Eu fiquei olhando ele ir embora pela janela e antes de iniciar a partida ele acenou pra mim. Eu fiquei vendo o resto do filme que estávamos assistindo e 19:30 subi pra tomar banho, terminei de me arrumar 20:40 e desci pra por a sandália lá em baixo. Terminei e fiquei assistindo iCarly, 21:00 em ponto e a campainha tocou, desliguei a TV peguei minha bolsa e abri a porta.
Justin: Está linda – falou ele e me selou.
Eu: Você também – falei sorrindo.
       Seguimos até o carro e ele abriu a porta pra mim deu a volta entrou e depois iniciou a partida. Fomos falando sobre um monte de coisas sobre nós mesmos, de quando éramos crianças. Assim que chegamos ao local ele saiu e abriu a porta pra mim, estávamos na praia e havia um grande barco, mais pra um Iate ali a deriva esperando por alguém. O Justin pegou na minha mão e me guiou até o barco, entramos e fomos até onde havia uma mesa de jantar a luz de vela. Ele puxou a cadeira pra mim eu sorri e sentei, ele sentou bem há minha frente e logo um garçom veio nos dar o cardápio. Fizemos o pedido e ficamos conversando até que ele chegou, comemos e depois fomos pro lado de fora ver aquele lindo mar. A noite estava linda e o com o Justin do meu lado ela se tornou perfeita.
Justin: Eu quero que esses um mês se torne anos do seu lado – falou ele me olhando nos olhos – Eu quero que seja minha até que a morte nos separe ou até mesmo depois da morte, nessa vida, na outra, na próxima e na próxima. Eu quero que seja só minha eternamente.
         Ele se aproximou e selou nossos lábios, eu não sabia o que dizer. O Justin conseguia me deixar sem reação sempre, eu apenas sorri e me aconcheguei em seu peito dele.
Eu: Eu te amo tanto Jay – falei abraçando ele forte e depois olhando nos olhos dele – É minha vida agora.
          Ele sorriu e eu o selei, ficamos em silêncio abraçados e depois voltamos a conversar. O Justin me contou coisas do Canadá o nome da mãe dele é Pattie e do pai dele Jeremy, ele tem dois irmãos por parte de pai a Jazmyn e o Jaxon. Ele também me contou que gosta de cantar e havia composto algumas músicas, eu não conhecia esse lado do Justin. Estávamos nos conhecendo aos poucos, ele disse que ia marcar um dia para irmos ao Canadá visitar a mãe dele que mora em Stratford , por mim tudo ótimo. Ele disse que os pais dele são separados e eu disse que os meus também, contei pra ele a história da separação dos meus pais e ele contou a dos pais dele. Ele me disse que o pai dele foi embora quando ele era pequeno e que a vida dele e da mãe dele sempre foi bem difícil, agora a mãe dele estava numa situação melhor. Ele ganhou a bolsa na escola então se ele tirar notas vermelhas perde a bolsa e o cargo de capitão do time, à hora foi passando e a noite ficando mais fria.
Justin: Vamos – falou ele pegando na minha mão.
       Seguimos até o carro dele que estava ali perto e depois fomos pra minha casa, ele estacionou lá na frente e ficamos em silêncio.
Justin: Vai buscar sua mãe amanhã? – perguntou ele quebrando o silêncio.
Eu: Aham – murmurei confirmando.
       O silêncio voltou.
Eu: Fica comigo até eu dormir? – perguntei gaguejando.
Justin: Claro – falou ele sorrindo.
       Saímos do carro e mais uma vez encontramos a Sarah do lado de fora, parecia que ela estava nos esperando. Minha mãe pediu pra ela ficar de olho em mim e é isso que ela esta fazendo, subimos e eu troquei de roupa e depois me deitei.
Justin: Sabe acho que a mãe do Den vai contar pra sua mãe que eu fiquei com você enquanto ela não estava – falou ele me colocando em seu peito.
Eu: Acho que não – falei me aconchegando no peito dele – Ela não é muito de fofoca.
        Ele sorriu pelo nariz e depois ficamos em silêncio, eu estava sem sono. Não queria parar de ouvir os batimentos do Justin, lembrei que ele me disse que cantava e eu queria ouvir ele cantando pra mim.
Eu: Jay se eu pedir uma coisa você faz? – perguntei gaguejando.
Justin: Claro que faço meu amor – falou ele.
Eu: Canta pra mim? – perguntei e ele ficou em silêncio.
         Fiquei pensando que talvez ele não gostasse de relembrar que seu sonho era ser cantor mais ele não havia corrido atrás e agora era um jogador de basquete da Universidade de Los Angeles, fiquei pensando um monte de besteira. Depois de um tempo ele começou a cantar uma música With You do Chris Brown e sua voz era extremamente linda, fiquei encantada com o talento dele pra cantar.

(JustinON)
          Ela me pediu pra cantar pra ela e eu fiquei pensando qual música eu cantaria, lembrei de uma música do Chris Brown que eu gostava muito e comecei a cantá-la.

I need you boo
I gotta see you boo
And there's hearts all over the world tonight
Said there's hearts all over the world tonight
I need you boo
I gotta see you boo
And there's hearts all over the world tonight
Said there's hearts all over the world tonight

         Ela sorriu pelo nariz quando eu comecei a cantar o refrão e eu acabei sorrindo também. Fiquei cantando enquanto fazia cafuné nela, logo notei que ela ficou quieta e quando olhei-a ela já estava dormindo. Eu não queria ir embora, mais era preciso, tirei-a bem devagar do meu peito deitando-a no seu travesseiro ela respirou fundo e logo se aconchegou nele. Selei meus lábios nos dela e depois me levantei, desci deixando um bilhete pra ela na cabeceira da cama e iniciei a partida até minha casa.
         Assim que eu cheguei lá todos já estavam dormindo subi pro meu quarto, tomei um banho e depois me deitei. Ouvi meu celular vibrar e comecei a procurá-lo, assim que achei li à mensagem que havia chegado.

(MensagemON)
“Sinto sua falta Justin, queria saber quando você vai largar aquela garota e voltar pra mim?! Eu ainda te amo e se errei foi por um deslize meu, prometo nunca mais fazer aquilo. Eu estava completamente louca é você quem eu quero, volta pra mim, por favor. Beijos, sua eterna namorada Selena.”
(MensagemOFF)

      Assim que eu terminei de ler a mensagem mudei minha expressão, o que aquela garota pensa?! Ela deve estar louca ainda. Será que ela não percebeu que a (SeuNome) é e sempre será a minha eterna namorada e a garota que eu sempre vou amar?! Ela é uma estraga prazer mesmo. A Selena sempre foi desse jeito, fazia tudo errado e quando percebia a felicidade das pessoas queria estragar tudo. Apaguei a mensagem eu não queria que a (SeuNome) se quer soubesse daquela mensagem e depois deitei novamente e logo dormi.
(JustinOFF)
------------------------------------------------------------------
Ah amoores como prometido de dois em dois dias postando o #IB (: Tenho um comunicado pra vocês, mais uma vez ocorrendo problemas com comentários. Eu queria saber porquê leitoras que comentavam antes não comentam mais?! Nossa não estão gostando da fic?! Eu sempre paro com quase tudo pra postar um cap que vale a pena e que vocês gostem mais sempre fico chateada com o número de comentários =( Agradeço aquelas que sempre comentam, até mesmo quando podem, mais eu não estou mais afim de ficar com leitoras fantamas que veem aqui lê e nem um comentário pra alegrar a escrito aqui deixam #bubu A situação realmente esta critica, então apartir de agora vou pedir um certo número de comentários e enquanto não tiver nada de fic. Desculpa para aquelas que sempre comentam, mais é a única coisa que eu posso fazer ou é isso ou parar com a fic ): E eu não quero fazer isso! Espero que vocês entendam e não me abandonem (yn) Bjustin !

~~Respondendo~~

FanFictions- Brenda Awn minha mafiosa foi a primeira a comentar lol Continuando coisa mar linda de Deus haha

Louise Duncan ‹з Awn anjo que bom que gostou (: Continuando...

JB_andyou AAAAAAAAAAA OMB dreamy nova na parada *--* Seja super bem vinda amoor e perfeita é voc u.u Que bom que esta gostando e espero que volte sempre (:

- Andressa Guedes ' Awn diva é voc u.u Continuando amoor e valeu por comentar sempre (Y)

@Ms_CBreezy É amoor ele te deu banho U.U Awn perfeita é voc e sabe bem disso, Obrigado por tudo mesmo você é um anjo mesmo *-*

@LuianeKristine  É amor ela se revoltou haha u.u

Deiara Awn sim amoor.. haha Nossa espero que dê pra você criar seu blog logo e faça muito sucesso (yn) Obrigado mesmo!

E é isso minhas dreamys, na próxima postagem quero ver minhas leitoras fantasmas aparecendo e fazendo minha alegria lol Boa leitura pra vocês e até mais!

Próximo cap 10 comentários de pessoas diferentes (: Até lá ! 

11 comentários:

@fansjustinbraz1 on segunda-feira, outubro 31, 2011 disse...

OMB!!!!! Ameiiiii continua porfavor flor ?????
Amooo sua #ib

Anônimo disse...

continuaaaa

Anônimo disse...

ñ para com a IB ñ é otima...se vc parar o que eu vou fazer dai? hauhauas continuaaa

FanFictions- Brenda on terça-feira, novembro 01, 2011 disse...

kkkkkkkkk' eu sei que seduzo okay? kkkkkkk #frescandoo ....Nossa que capítulo ein mafiosa ? Muito bom mesmo ....Continuaaaaaaa...tipo NOW...sakou ? Haha beijosssss e te amooo bandida s2

Bianca bieber ! on terça-feira, novembro 01, 2011 disse...

Coontinuaaaaa xaraaa O.O
assim vocêe vai me mataaa to mtooo curiosa bubu'
eu fikei uns dia sem ler sua #IB pq tava viajanduuu maais jáa voltiii e jáa too atualizadaaa rs...'
bjbj continuaaa e obrigada por divulga minha #IB
beijustin ... õ/'

Anônimo disse...

CARALHO BIEBER, CANTA PRA MIM :@@@@@SELENA N SE METE @LuianeKristine

- Andressa Guedes ' on terça-feira, novembro 01, 2011 disse...

DIVA?EU? DE ONDE VOCÊ TIROU ISSO? AH E A FIC TÁ MUITO BOA, COMENTANDO SEMPRE, OBRIGADO PELO ESFORÇO PRA POSTAR AQUI. :]

Anônimo disse...

OPA, OPA ele cantou pra mim a música do meu DIVO U.U Caralho eu amei o cap amr, sempre perfeito manola *-* AA amr perfeita é tua fic mesmo e anjo eu?! haha Quero secho nessa porra logo haha #brinks Luv esta realmente demais e estou CURIOSA para o próximo cap hein, nos surprienda \o/ @Ms_CBreezy

on terça-feira, novembro 01, 2011 disse...

tchutchuca desculpa meu sumiço..
Tive provas e pans..
AAAAAWN, está mais que perfeita a #IB...
AMEI MESMO.

Izabela on quarta-feira, novembro 02, 2011 disse...

Leitora nova, estou amando a IB, super incrível, não pare de escrever se não te mato com uma peneira U.U uahsuhashasuashauh, estou amando. Seguindo segue de volta? sayyesican.blogspot.com

Andréia on quarta-feira, novembro 02, 2011 disse...

Continua logo divona, to curiosa...

Postar um comentário

Ei, que tal deixar um comentário na história? Não dói e faz bem ao coração do autor :)

 

* Only Imagine Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos