quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Dreams - Part. 29

Postado por @slaysdrauhl às 14:59
Reações: 

Aquele imbecil me tirou totalmente do sério, suportei o quanto pude mais realmente não dava mais.

            Não pensei muito e soquei a cara dele com toda a minha força o que fez com que ele quase caísse no chão, assim que ele se levantou já consegui notar um roxo se formando no local onde eu o soquei. Ele logo tratou de devolver o soco e acertou em cheio meu olho o que deixou minha vista um pouco embaçada e a dor se tornou insuportável, começamos a nos socar cada vez mais e com toda a raiva que eu estava quase nem sentia dor.
(JustinOFF)

            Eu ainda estava babando os Waffles que o Jay preparou quando ouvi uma gritaria saindo lá de fora, olhei pela janela e vi o Justin e o Den saindo na pancada enquanto a mãe do Den e alguns vizinhos tentavam separar. Saí correndo pro lado de fora pra tentar separar aqueles dois, porque será que eles estavam brigando?! Era uma das principais coisas que passavam na minha cabeça.
Eu: Me ajuda aqui? – gritei para Sarah que logo veio me ajudar a separar eles.
            A Sarah tentou puxar o Den enquanto eu puxava o Justin, mais eles não paravam de se esmurrar e eu estava com medo deles me acertarem ou acertarem a Sarah.
Eu: Parem com isso – gritei puxando o Justin com mais força.
Sarah: Den para com isso agora – gritou ele dando tapas nas costas dele para que ele soltasse.
            Tudo o que fazíamos era em vão eles não paravam de se bater de jeito nenhum, tomei uma certa coragem e me infiltrei entre os dois empurrando um pra cada lado.
Den: Seu filho da puta – gritou ele tentando ir pra cima do Justin.
Justin: Filho da puta é você seu invejoso – gritou ele também tentando ir pra cima do Den.
Eu: Calem a boca porra – gritei e tirei minhas mãos dos dois.
            Eles me olharam fixamente por alguns segundos e depois voltaram a se regular.
Eu: Que palhaçada era essa aqui? – perguntei olhando para os dois.
Justin: Ele que começou – gritou ele apontando pro Den e com um olhar de ódio.
Den: Agora vai dar um de santinho Biba? – perguntou ele e sorriu de lado.
Justin: Seu retardado filho da puta – gritou ele e quase partiu pra cima do Den de novo.
            Fiquei de frente pro Jay e coloquei minhas mãos em seu rosto tomando seu olhar exclusivamente para os meus olhos.
Eu: Não faz isso Jay – sussurrei olhando fundo nos olhos dele.
Justin: Desculpa – sussurrou ele abaixando seu olhar e deixando escapar uma lágrima de arrependimento.
            Peguei na mão dele e fui a caminho da porta da minha casa.
Eu: Ah Denyel – falei me virando – Não chega mais perto do meu namorado não ok?!
            O sorriso que ele tinha no rosto agora se transformou em tristeza, eu entrei abraçada com o Justin e assim que chegamos na cozinha ele se sentou e eu fui pegar uma bolsa de gelo pra por no olho e no rosto dele que estavam com alguns hematomas. Assim que eu peguei fui até ele e agachei do seu lado colocando a bolsa nos lugares onde já estavam aparecendo umas manchas roxas, enquanto ele estava com os olhos fechados eu fiquei me culpando em pensamento pelas feridas em seu rosto perfeito. Talvez se eu tivesse ido abrir a porta nada disso teria acontecido ou talvez sim sei lá, eu não queria vê-lo naquele estado por minha causa.
Justin: Eu fui atender a porta e quando vi que era ele simplesmente pedi pra ele parar de correr atrás de você – falou ele ainda de olhos fechados enquanto eu colocava o gelo em seu rosto – Mais aí ele começou com as provocações e eu acabei perdendo a paciência.
            Não falei nada continuei pensando enquanto pegava a toalha em cima da mesa para secar seu rosto.
Justin: Aí – gemeu ele quando eu passei a toalha em cima do seu olho.
Eu: Pronto – falei fria.
            Eu estava magoada com ele, mesmo me sentindo culpada eu sabia que a culpa era mais deles do que minha. Ele me prometeu que iria conter mais os ciúmes e acabou quebrando a promessa, só espero que ele pelo menos cumpra a outra. Me levantei e me encostei na pia abaixando a cabeça.
Justin: Ei – sussurrou ele e envolveu minha cintura e colando seus lábios em meu ouvido – Não fique assim.
Eu: Como vai jogar esta noite com esses hematomas no seu rosto? – perguntei sem ao menos olhá-lo.
            Olhar para o rosto dele só aumentava a minha culpa e isso era o que eu menos queria sentir.
Justin: Eu vou dar um jeito – sussurrou ele me virando de frente pra ele.
            Olhei para o rosto dele e depois desviei meu olhar, percebi que ele ficou tenso com aquilo.
Eu: Se eu olhar pra você me sinto culpada – sussurrei olhando fixamente pra mesa.
Justin: Não se sinta culpada meu amor – falou ele puxando meu rosto para que eu olhasse em seus olhos – A culpa não é sua meu anjo.
            Respirei fundo e forcei um sorriso para enganar ele, fiquei olhando pro hematoma no olho dele e isso só piorou minha dor. Ele foi chegando seus lábios mais perto e selou nossos lábios, eu tentei me concentrar mais realmente não consegui. Eu o beijei com dor forçando muito meus lábios nos dele num ato de brutalidade, fui empurrando ele até a sala e deitei ele no sofá sem partir o beijo logo em seguida dentando em cima dele. Ele segurava meu rosto acariciando ele na esperança de me acalmar mais isso não estava dando muito certo, parei de beijá-lo e olhei mais uma vez seu rosto. Comecei distribuir beijos em seu rosto e ele abriu um sorriso imenso.
Justin: Não precisa se culpar meu amor – sussurrou ele tirando o cabelo do meu rosto.
            Eu assenti com a cabeça num sinal de positivo e depois selei nossos lábios.
Eu: Podemos tomar café agora? – perguntei e sorri envergonhada.
Justin: Claro que sim – respondeu ele.
            Eu me levantei e depois dei a mão pra que ele levantasse, comemos as coisas que ele preparou e estava uma delicia.
Eu: Estava uma delicia – falei sorrindo enquanto colocava um filme para assistirmos.
Justin: Que bom que gostou meu anjo – falou me abraçando e selando nossos lábios.
            Ele colocou uma das suas mãos por entre meus cabelos e puxou nossos corpos mais pra perto, envolvi minhas mãos em volta do seu pescoço e puxei seus lábios mais contra os meus. Ele me encostou na parede com delicadeza sem partir o beijo e desceu a sua outra mão pra minha cocha fazendo caricias nela e apertando-a. Enfiei minha mão por dentro da camisa dele e alisei seu abdômen perfeito tirando um leve gemido dele, fomos de vagar a caminho da escada quando um estrondo nos assustou. A TV estava no ultimo volume e quando o áudio do filme entrou fez um barulho insuportável.
Justin: Droga – murmurou ele.
            Finge que não escutei o que ele falou e fui até a TV abaixar o volume, o Justin sentou no sofá e parecia chateado. Fui até a cozinha pegar a pipoca e o refri e quando voltei sentei bem perto dele que sorriu forçado, assistimos o filme e depois que ele acabou o Jay teve que ir embora por causa do treino que ele tem antes do campeonato.

(JustinON)
            Cheguei em casa com aqueles hematomas e o Chaz e o Ryan logo me perguntaram o que havia acontecido, eu contei toda história pra eles e eles disseram que eu estava certo. Subi pro meu quarto para tomar banho pra ir pro treino, enquanto estava na ducha fiquei pensando nas barreiras que estavam se formando entre meu relacionamento com a (SeuNome). Sei que parece cedo demais para fazermos isso mais todo amor que eu tenho por ela fala mais alto e pedi para que isso ocorra logo, eu nunca quis tanto uma garota nessa vida como que queria ela.
            Vê-la se sentindo culpada me deixou ainda pior depois da burrada que eu fiz de sair na mão com aquele Mané do Denyel, tenho medo de perder a (SeuNome) pra qualquer um cara não só praquele mané quero tê-la comigo pra sempre. Parece perseguição mais toda vez que estamos ultrapassando os limites alguma coisa nos atrapalha e mesmo tentando não ficar magoado eu acabo ficando e isso faz com que ela se sinta culpada. Não quero ficar fazendo ela se culpar pelos meus erros e pela minha falta de compreensão mais eu sempre acabo causando isso, saí do banho e nem me preocupei em arrumar um jeito de esconder os roxos no meu rosto. Me troquei e esperei os meninos para irmos logo pro treino, a melhor parte de estar nesse campeonato é que a (SeuNome) está sempre do meu lado lá.
            Assim que chegamos no ginásio todos os caras do time inclusive o treinador perguntou o que havia ocorrido no meu rosto. Eu menti e eles acreditaram, treinamos um pouco e depois fomos para o vestiário nos trocar.
(JustinOFF)

Continua...

------------------------------------------------------------------------------
E os números de comentários despencaram mais uma vez ): Eu esperando muitos comentários depois de quatro dias sem postagens e nem recebi muitos, eu tipo paro com tudo pra postar o #IB e quase ninguém comenta pra me dizer o que está achando =\ ~tenso~ Pesso que vocês comentem mais anjos porque se continuar desse jeito eu vou ter que parar com a fic e isso é o que eu menos quero fazer. Os comentários são como esperanças para o autor sabe, pode parecer besteira mais isso nos deixa muito feliz. Saber que tem leiotoras gostando da nossa história é incrivel (: Comentem mais minhas dreamys... Bjustin.

~~Respondendo~~

@Miley_JBieber Awn anjo que bom que você ama o #IB isso me deixa muito feliz mesmo *-* Obrigado!

@GirlsOf_Bieber Awn que bom que cê foi amor, ele é perfeito mesmo menina *-*  Continuando e obrigado por comentar!

Brazilian Belieber  Awn amoor perfeita é você, fica tranx amor que um dia se vai ser OLLG (: É amor Never say never!

Peace Love and Biebs ® haha daqui uns dias chega aí amor (: Divona!

Obrigado a todas as leitoras e boa leitura pra vocês dreamys!

15 comentários:

Anônimo disse...

Ameiii!!!! Continuaa please???
Por: @fansjustinbraz1

@Miley_JBieber on quinta-feira, outubro 13, 2011 disse...

OMB!! Eu preciso de um namorado assim!! kkkk.....

Como eu sempre falo sua #IB é P-E-R-F-E-I-T-A!!
Eu ADOOOROOOOO!!!!!!!

Anônimo disse...

MUUUUITO bom, continua *-*

Anônimo disse...

CONTINUA, NOSSA. EU ACHO SUA #IB PERFEITA E NUNCA VOU TE ABANDONAR @LuianeKristine

Anônimo disse...

Leitora Nova!!! Eu estou amando a sua #IB!!! É Perfeitamente maravilhosa!! hahah Continua amor!! AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI ESSE CAPÍTULO!! CONTINUA BBEIJOS!!
@ItsJelenaDrug

Jason McCann and me on sexta-feira, outubro 14, 2011 disse...

TIPO, A MELHOR #IB QUE EU JA LI @_JDBLovesMe

Bianca bieber ! on sexta-feira, outubro 14, 2011 disse...

Continuaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!

And. on sexta-feira, outubro 14, 2011 disse...

essa fic é p e r f e i t a

And. on sexta-feira, outubro 14, 2011 disse...

quero mais,muito mais!!!!!!

And. on sexta-feira, outubro 14, 2011 disse...

uppppppppppp

And. on sexta-feira, outubro 14, 2011 disse...

cade voce hein funkeira?????? quero cap novo

And. on sexta-feira, outubro 14, 2011 disse...

up up up up

And. on sexta-feira, outubro 14, 2011 disse...

love me love me,say that you love me biaaaaaaaaaaa

And. on sexta-feira, outubro 14, 2011 disse...

AMANHÃ QUERO VER CAP NOVO HEIN,SE NÃO LEVA TAPA NESSA SUA BUNDAAAAAAAAA hahhaha brincsssssss

Duda on sábado, outubro 15, 2011 disse...

Euzinha nunca vou te abandonar flor, os comentarios despencar faz parte, pf nunca nos abandone, sua IB é perfeitaa eu ñ suportaria ficar sem ler ela, é umas das minhas preferidas , e eu leio varias heim.
As vezes eu ñ comento pq eu ñ entro todos os dias no Pc.
Please continuaaaaaaaaaaaaaaa

Postar um comentário

Ei, que tal deixar um comentário na história? Não dói e faz bem ao coração do autor :)

 

* Only Imagine Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos