segunda-feira, 23 de abril de 2012

Dreams - Part. 75

Postado por @slaysdrauhl às 20:21
Reações: 
Liguei para um amigo meu mecanico para que ele viesse trocar o pneu do meu carro e ele não demorou para chegar e muito menos para trocar, depois subi para o meu quarto e tirei a roupa colocando apenas uma bermuda e me jogando na cama. Eu ainda estava um pouco exausto, não demorou muito e eu adormeci.
(Justin OFF)

            Fiquei um pouco lá fora pensando enquanto olhava pro nada, depois entrei em casa me deparando com a minha mãe e meu pai sentados no sofá conversando, sorri de lado era bom vê-los bem e sem brigas como eu sempre costumava ver.
Pai: E então querida – falou ele batendo no lugar vago no sofá ao seu lado para que eu me sentasse – O que está achando daqui?
Eu: É bom pai – respondi me sentando ao lado dele.
Pai: Como conheceu o Justin? – perguntou ele pegando minha mãe e brincando com meus dedos.
Eu: Na escola mesmo – respondi sem demora e ele sorriu de lado.
Pai: Depois do Chris não achei que teria outro namorado – comentou ele olhando sua mão brincando com meus dedos.
Eu: Eu pensava a mesma coisa até conhecer o Justin – falei sorrindo e ele sorriu pelo nariz.
Pai: Olha filha eu achei o Justin um cara legal, ele realmente aparenta gostar muito de você, mas você precisa saber se tudo o que ele quer pro futuro de vocês é o que você quer também – falou ele olhando em meus olhos – Não adianta um querer o limite enquanto o outro esta preso em outro lugar ou se o outro não tem os mesmo objetivos, vocês precisam ver se os objetivos de vocês são os mesmos ou se estão em sitonia mesmo que não seja exatamente iguais, você não pode fazer uma coisa só porque ele quer, você tem que querer também.
Eu: Mas eu quero pai – murmurei olhando o bem nos olhos.
Pai: Tem certeza? –  insistiu ele.
Eu: Nunca tive tanta certeza em toda a minha vida – respondi e minha mãe sorriu de lado.
Pai: Se é assim então, espero que tudo de certo para vocês – falou ele me abraçando forte.
Eu: Obrigado pai – murmurei enquanto me aconchegava mais nos braços dele.
            Após um tempo começamos a conversar e ele começou a contar como estavam as coisas pelo Brasil e como estavam os nossos familiares de lá, recebi alguns presentes das minhas tias e primas e alguns recados e cartas também. Não fiquei muito tempo ali com eles pois acordaria cedo no outro dia para ir para escola, subi tomei um banho e coloquei meu pijama logo em seguida indo para cama e não demorei muito para dormir já que o dia havia sido cansativo.
(...)
            Na escola foi a mesma coisa de sempre, mesma chatice de sempre e como sempre eu tive que aturar olhar para a cara da Selena durante todas as aulas do dia, eu apenas ignorava-a friamente enquanto ela vinha com suas provocações. Será que eu teria que matar ela para ela parar de me provocar?! Pensando bem não é nada bom pensar nisso, eu não ganharia nada sujando minhas mãos com ela. Depois de sair fiquei um tempo com o Justin e depois fui para a quadra da escola para o treino das lideres e ele foi pro ginásio, assim que saímos do treino eu fui direto para casa com a Jullie e os meninos continuaram treinando. Quando cheguei em casa subi, tomei um banho e me vesti descendo para o almoço.
Pai: Como foi a escola hoje? – perguntou ele depositando um beijo em minha testa.
Eu: Legal – respondi me sentando ao seu lado.
Pai: Sua mãe me disse que você é a capitã do grupo de lideres de torcida – comentou ele e eu sorri de lado.
Eu: Estranho, não? – perguntei e ele sorriu.
Pai: Pensei que odiasse chamar atenção – murmurou ele e eu revirei os olhos.
Eu: Continuo odiando, mas fazer o que né – falei sorrindo.
            Almoçamos em silencio e depois eu e meu pai lavamos os pratos juntos, minha mãe teve que voltar para o trabalho e eu iria procurar alguma coisa de interessante para fazer que incluisse meu pai.
Pai: Que tal me mostrar um pouco da cidade? – perguntou ele sorrindo.
Eu: Ah bem legal – comentei sorrindo.
Pai: Pode chamar o Justin para nos acompanhar – falou ele e eu sorri revirando meus olhos, sabia que havia algum interesse.
            Meu  pai estava meio que nos testando, ele não estava errado, mas também não estava certo de duvidar da minha certeza de que é com o Justin que eu quero construir todos os planos da minha vida. Como pedido dele eu liguei para o Jay e perguntei se ele poderia nos acompanhar e ainda inventei que era melhor já que ele conhece melhor a cidade e ele aceitou, sairia do treino passaria na casa dele para tomar um banho e depois viria direto para cá. Ficaríamos esperando por ele...

(JustinON)
            Assim que o treino acabou eu descidi que tomaria banho ali no vestiario mesmo, o Adam ficaria me esperando já que eu daria uma carona para ele até sua casa e eu fui até a ducha tirar aquele suor todo. Depois de terminar de tomar banho e sair vestindo uma bermuda e indo até a bolsa procurar uma camisa eu ouvi a porta abrindo e pensei que fosse um dos meninos.
Eu: Desculpa a demora bro é que... – começei mais parei quando percebi que estava ali – Está fazendo o que aqui? – perguntei friamente me afastando.
Selena: Isso não é jeito de tratar as damas Justin – falou ela sinicamente se aproximando enquanto eu me afastava.
Eu: Acho que não estou lhe dando com uma dama – comentei e ela bufou irritada virando-se de costas e depois voltando a me olhar – Vejo que deu um jeitinho de ir naquela festinha ridicula da sua “namoradinha”.
Eu: Ridicula é você Selena, será que você não se toca que eu não quero mais nada com você!? – falei e ela bateu o pé no chão arqueando sua sobrancelha.
Selena: Justin, Justin – murmurou ela chegando perto – Será que você não se toca que você é meu!? – falou ela deslisando sua mão pelo meu abdomem e eu apenas me afastei fitando-a assustado.
Eu: Está fazendo o que? – perguntei assustado quando vi ela desabotoando sua blusa.
Selena: Vou te mostrar que a sua “namoradinha” não te satisfaz como eu – comentou ela sorrindo e vindo em minha direção.
Eu: Me deixa em paz Selena – falei pegando minha bolsa e depois empurrando-a com ignorancia e saindo do vestiário sem camisa mesmo.
            Quando cheguei lá fora fui direto para o carro e o Adam veio logo em seguida.
Adam: Aconteceu alguma coisa dude? – perguntou ele me olhando assustado.
Eu: Te conto no caminho – falei iniciando a partida.
            Contei para ele o acontecido e ele começou a dizer que a Selena precisava de ajuda que ela estava cada vez mais maluca e eu concordei com tudo o que ele disse, assim que chegamos perto da casa da (SeuNome) eu estacionei e ficamos dentro do carro durante um tempo.
Eu: Dude você acha que eu devia contar para (SeuNome)? – perguntei preocupado enquanto olhava para a casa dela.
Adam: Sabe bro eu acho que sim, até porque você sabe como a Selena é, então melhor a (SeuNome) saber por você do que por ela – respondeu ele sem demora e sua resposta me botou para pensar.
            Nos despedimos e ele foi para a casa dele, eu segui até a casa da (SeuNome) vestindo uma camisa de gola V, bati na porta e ela não demorou para ser aberta. Era o pai dela e eu sorri amarelo e entrei quando ele me convidou.
(NomeDoSeuPai): A (SeuNome) já vem – falou ele me deixando na sala e indo para cozinha.
(SeuNome): Pai o senhor viu meu celular? – perguntou ela descendo as escadas e indo para a cozinha, eu estava tão imovel que ela nem notou minha presença.
(NomeDoSeuPai): Na sala – respondeu ele e logo ela correu até a sala se deparando comigo e sorrindo timida.
(SeuNome): Faz tempo que está aí? – perguntou ela selando meus lábios e depois indo pegar seu celular em cima da estante.
 Eu: Acabei de chegar – respondi sorrindo.
(SeuNome): Ah sim – murmurou ela passando sua mão no cabelo jogando o para o lado – Podemos ir? – perguntou ela sorrindo.
Eu: Claro – respondi após um tempo reparando em sua beleza e em seus olhos misteriosos.
(SeuNome): Vamos pai – chamou ela indo até a cozinha e eu fiquei esperando eles na porta.   
            Saímos e eu iniciei a partida levando ele para conhecer os lugar mais lindos de L.A depois levei-os para comer na Subway e dar uma volta no parque do centro da cidade. Tudo era novidade para o pai dela ele disse que só havia visto por fotos e que pessoalmente era bem melhor, a tarde passou bem rapido e nos divertimos bastante contando coisas sobre nossas vidas. Após um certo tempo eu fiquei mais tranquilo e deixei fluir quem eu sou do jeito que a (SeuNome) me disse para fazer, contei minhas piadas sem graça e fiz brincaderias e o pai dela e ela estavam se divertindo e era apenas isso que me importava. Voltamos para casa dela e ficamos assistindo um filme enquanto a mãe dela preparava o jantar cujo o pai dela e a mãe dela fez questão que eu estivesse presente. Fiquei brincando com os cabelos da (SeuNome) enquanto ela estava deitanda no meu colo assistindo concentrada a um filme de terror chamado Doce Vingança, seus olhos se quer se mexiam enquanto ela na maioria das vezes fechava-os.
 (JustinOFF)

            O filme era cheio de cenas brutas e sanguinarias, não pude assistir tudo e antes que ele acabasse minha mãe nos chamou para jantar e eu desliguei a tv, nos sentamos e eu servi o prato do Jay e depois o meu. Comemos e conversamos sobre algumas coisas depois ficamos na mesa falando sobre universidades eu não sabia ao certo o que eu queria exercer e o Justin também estava na duvida. Meu pai deu algumas dicas para o Justin e para mim também, mas teriamos que decidir isso depois com mais calma, ainda tinhamos 2 anos para fazer isso. Foi ficando tarde e o Justin  precisava ir para casa, meu pai ficaria com nosco apenas uma semana já que teria que voltar por conta do seu emprego, mas disse que se minha mãe permitisse ele voltaria nas férias do fim de ano. Levei o Justin até o carro dele e ficamos namorado um pouco depois tive que entrar e ele seguiu partida até a casa dele. Ainda estava cedo então eu apenas fui assistir tv enquanto comia salgadinho e tomava refrigerante, meu pai e minha mãe já haviam ido cada um para seu devido quarto e quando meu sono foi chegando eu fiz o mesmo.
(...)
            Os dias não mudavam, todo dia era a mesma coisa e a única coisa mais interessante e que descontraia tudo era passar um tempo com o Justin o que estava sendo meio dificil já que eu precisava dar atenção para o meu pai, dar atenção para o grupo de lideres e me dividir em várias tentando apenas ficar mais tempo com o meu namorado. Ele me contou sobre as provocações da Gomez, sobre quando ela rasgou o pneu do carro dele para que ele não fosse na festa de boas-vindas do meu pai e de quando ela entrou no vestiário dando em cima dele. Fiquei chateado um pouco, mas não poderia culpa-lo e nem perdi meu tempo arrumando briga com a Selena, minha mãe disse para que eu apenas ignora-se que dessa maneira ela logo me deixaria em paz. Meu pai e minha mãe estavam se dando super bem e até saíam juntos, brigas eram destintas na nossa casa e eu pudia até ver nos olhos deles que estavam felizes juntos. Eu estava mais tranquila e a Jullie voltou a ser minha camarada de todas as horas, sempre andavamos juntas o que era bom para nossa amizade.
Justin: (SeuNome) – chamou ele acenando e sorrindo.
Eu: Não vai pro treino? – perguntei quando cheguei perto dele.
Justin: Não, quase não nos vemos então hoje vou reservar esse dia para nós dois – falou ele sorrindo malicioso e selando seus lábios aos meus.
 Eu: Justin nem começa com teus assanhamentos – comentei empurrando-o e ele sorriu de lado.
Justin: Castigo é? – sussurrou ele no meu ouvido.
Eu: Não pensa em outra coisa não é? – perguntei me afastando dele.
Justin: Ah eu até tento, mas a carne é fraca – comentou ele e eu senti minhas bochechas corarem – Brincadeira amor, brincadeira – falou ele entre sorrisos me abraçando.
Eu: Ai meu Deus eu namoro um pervertido – comentei e ele gargalhou.
Justin: Com uma namorada dessa tem como não ser? – perguntou ele com um sorriso ousado e eu senti minhas bochechas corarem de novo e ele mais uma vez gargalhou.
Eu: Chega né!? – sussurrei tampando meu rosto com as mãos.
Justin: Vem cá bebê – falou ele sorrindo e me abraçando forte.
            Me aconcheguei em seus braços e senti o mundo se afastar enquanto eu apenas me concentrava nas batidas fortes do seu coração e no seu cheiro levemente amadeirado e viciante, sentia falta daquilo. De ser apenas eu mesma abraçando o meu Jay e esquecendo tudo em volta, fazia um tempo que não tinhamos tempo apenas para nós dois para fazermos as loucuras de sempre, nos divertimos como sempre sem precisar se preocupar em agradar ninguém, apenas em fazer um ao outro sorrir.
Seu sorriso era tão espontaneo e contagiante que sempre que ele sorria mesmo se eu estivesse magoada com alguma coisa acabava sorrindo também, ele me fazia tão bem que eu conseguia sentir que não precisaria de mais nada se tivesse sempre ele ao meu lado. Nos soltamos e ele sorriu tocando meu rosto com as pontas do seu dedo e com as costas de suas mãos enquanto olhava fundo em meus olhos, seus olhos os mais perfeitos que eu já vi, seu tom caramelo com uma profundidade tão subita que me deixava perdida enquanto apenas via o quanto ele era maravilhoso por dentro e por fora.
Quando voltei ao normal já estava andando até o carro dele de mãos dadas e algumas pessoas como sempre ficavam nos olhando, avisei para Jullie que iria sair com o Justin e mandei uma mensagem avisando para minha mãe que me respondeu “Se cuida, qualquer coisa se previne”  arqueei minha sobrancelha e bufei de reprovação para o que ela disse, por que todos estavam saidinhos hoje!?
Eu: Está me levando para onde? – perguntei e ele sorriu de lado iniciando a partida.
Justin: Comprei uns filmes legais – falou ele e eu olhei para ele depois acabei sorrindo.
            Ele estava me levando para a sua casa, chegamos lá e quando entramos na casa dele como sempre tudo estava em seu devido lugar.
Eu: Você que limpa sua casa? – perguntei enquanto olhava ao redor e ele sorriu.
Justin: Uma amiga da minha mãe limpa pra mim, mas ela vem uma vez na semana então o resto do tempo eu que preciso manter – respondeu ele deixando a chave do carro em cima da mesa como sempre e indo para cozinha – Quer beber alguma coisa? – gritou ele enquanto fuçava a geladeira.
Eu: Pode ser um suco – respondi e ele me olhou confuso – Não tem suco? – perguntei erguendo uma sobrancelha.
Justin: Tem sim – respondeu ele sorrindo e pegando uma jarra de suco da geladeira.
            Fomos assistir os tais filmes que ele havia alugado, comédia romantico. Bem legal ver ele imitando as cenas como sempre, porque ele assistia o filme se já sabia quases todas as falas!? Meu Jay não era nada normal, ele dizia ser normal, mas ele tinhas suas paranormalidades. Ficamos assistindo a tarde toda, quer dizer eu tentei assistir os filmes, mas como sempre o Justin passava a maior parte do tempo me desconcentrando com beijinhos e eu não me contentava com pouco ainda mais vindo dos lábios viciantes dele. Não percebi quando eu dormi, mas logo tudo estava apagado, talvez tanto tempo de correria na vida me dividindo para poder dar atenção para todos eu tenha me sobrecarregado e precisa-se descansar um pouco.
---------------------------------------------------------------------------------------------
Prontinho amores, 2beijos :* 

Sejam bem vindas...

vitoria Seja bem vinda minha linda :) Desculpa não ter dado as boas vindas no capitulo anterior mais é que eu estava com pressa sabe :/ Mas mesmo assim você está sendo super bem vinda aqui e espero que fique conosco sempre colorindo o blog, fico feliz que esteja gostando hein :)  SonhadoraNova ~le pulando feito doida e batendo o dedinho na quina #bubu uahsuahsuhaush' -qn 2bjs :* xoxo' 

Clarinha(@Swaggeira) Aiin amor seja Super bem vinda viu minha linda *--*' Desculpa não ter dado boas vindas antes, mas é que eu tava nas pressas aqui :x Mas e então fico feliz que esteja gostando e espero que continue aqui sempre colorindo tudo :) 2bjs :* xoxo' SonhadoraNova \õ/ 

Amanhã vou responder os comentários do capítulo 73 e 74 porque eu esqueci :x E hoje não vai dar tempo :'( (ps: mãe muito chata mandando sair a todo o momento :@) 1654515641654156bjs pra vocês minhas sonhadoras lindas :* Espero que gostem e comentem muito \õ/ xoxo' 

15 comentários...

24 comentários:

Caah on terça-feira, abril 24, 2012 disse...

Ta lindo , continua por favoor !

FanFictions - Justin Bieber . on terça-feira, abril 24, 2012 disse...

PERFEITA *_*

Clarinha on terça-feira, abril 24, 2012 disse...

Obrigada pelas boas vindas amor *-* Foi a melhor coisa do mundo achar esta ib, é a mais linda que eu leio :')
Beijinhos.
@swagueira
Tá lindo esse capitulo! coooooooooontinua

biebergranulado on terça-feira, abril 24, 2012 disse...

Lindo como sempre :)

Maiara Cremer on terça-feira, abril 24, 2012 disse...

P-E-R-F-E-I-T-O >< Continuaaa diva

Anônimo disse...

PERFEITA. @LuianeKristine

Anônimo disse...

Cara é a IB mais perfeita que já li, serio mesmo. E Adorei o novo visual do blog, lindo como sempre =)


@_BeliebersDoJB

Anônimo disse...

Leitora Nova
Perfeito continua
By: Lubs..

@BeliebersdoJB on terça-feira, abril 24, 2012 disse...

OMG OMG OMG como vc consegue escrever tão perfeitamente perfeito xara? *o*
Sorrisos bobos surgem do meu rosto enquanto eu leio, como vc consegue fazer isso ? AAAAAAAAAAA HAHAHA amei o novo visual ;)

lanay on terça-feira, abril 24, 2012 disse...

Own tudo muito perfeito como sempre neaah!! Haha

Mychelle Sena on quarta-feira, abril 25, 2012 disse...

P-E-R-F-E-I-T-O OMB como vc consegue escrever capitulos tao lindos??bom continua urgente!!!bjs

Anônimo disse...

Geral safado hein até a "minha" mãe kk tá THE BEST continuaaaaaaaa
-mimillinha

Anônimo disse...

Coninua :}}

Anônimo disse...

POSTA, POSTA, POSTA! scofhosudfhsuoghos
continua bb (:
xx @SelenaMyLifeBR

Biiah Carvalho on domingo, abril 29, 2012 disse...

aaaaaaaaaaa] Ta mega perfeitoooo

to amando mt mt msm ( :

Coontinua gata ☻

Cookie on domingo, abril 29, 2012 disse...

Leitora Nova \o/
haha estou adorando a história (:

Continua?

Bom, estou seguindo o blog *-*
Você poderia da uma olhadinha nesse aqui: http://diarioimaginebelieberbr.blogspot.com.br/

e seguir?

Obrigada *-*

biebergoxtoso on domingo, abril 29, 2012 disse...

Tive uns problemas com meu fc que hackearam (bieberpepino), estou recomeçado e estava sem tempo pra ler aqui. Continua pfta viu? É a melhor do mundo, tipo , mt linda k Continua, porfa *-* {novo fc: @biebergoxtoso}

The Theory of Dream @TeAmoJBiebs on domingo, abril 29, 2012 disse...

Voltei \o/ Fiquei tanto tempo sem ler... mas continua perfeita. Continua amr *-*

Only Imagine ∞ on domingo, maio 13, 2012 disse...

Aiin obrigada minha linda *-* Continuadoo... s2'

Only Imagine ∞ on domingo, maio 13, 2012 disse...

Obrigado *--*'

Only Imagine ∞ on domingo, maio 13, 2012 disse...

Aiin amore, de nada hein. Own muito obrigada mesmo, fico muito feliz que pense assim :) Obrigada mais uma vez s2'

Only Imagine ∞ on domingo, maio 13, 2012 disse...

Obrigada s2'

Only Imagine ∞ on domingo, maio 13, 2012 disse...

Aiin obrigada minha sonhadora diva *_*

Only Imagine ∞ on domingo, maio 13, 2012 disse...

Obrigada s2'

Postar um comentário

Ei, que tal deixar um comentário na história? Não dói e faz bem ao coração do autor :)

 

* Only Imagine Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos