quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Dreams - Part. 53

Postado por @slaysdrauhl às 14:16
Reações: 
Fiquei trocando de canal até que cheguei ao de desenhos e estava passando Bob Esponja, parei para assistir e até que me divertir com as palhaçadas do Bob com o Patrick.

            Já estava escuro e nada do Justin voltar, a chuva voltou com relâmpagos e trovões. Eu fiquei com medo por estar sozinha com aquela chuva que parecia que o mundo iria desabar, me cobri até a cabeça quando deu um trovão forte e logo em seguida bateram na porta. Me levantei e fui abrir a porta, desliguei a televisão e assim que abri a porta dei de cara com o Justin me olhando fixamente.
            Seus olhos estavam vermelhos, acho que assim como eu ele estava chorando.
Justin: (SeuNome) – murmurou ele e me abraçou.
            Abracei ele o mais rápido possível e o mais forte que eu pude, logo meus olhos marejaram e as lágrimas lavaram meu rosto. Ficamos abraçados durante um tempo e eu o ouvia soluçar, me afastei dele um pouco e segurei seu rosto para que ele me olhasse.
Eu: Me desculpe Justin – falei e ele apenas chorava me fazendo chorar ainda mais.
Justin: Por favor – sussurrou ele entre soluços – Por favor.
            Olhei em seus olhos, vê-lo sofrendo daquele jeito só estava me machucando ainda mais. Sei que o fiz sofrer quando não acreditei em suas palavras e disse coisas que não devia, mas agora ele parecia sofrer ainda mais. Enquanto pensava ia chegando meu rosto mais perto do dele, eu ia acabar com a dor. Selei meus lábios nos dele e colei nossos corpos envolvendo o pescoço dele, suas mãos foram até minha cintura e logo ele pediu passagem para sua língua e eu concedi. Sua língua explorava cada parte da minha boca enquanto eu me acalmava e sentia mais uma vez o sabor morango dos seus lábios sobre os meus depois de tanto tempo sem eles. O ar já me faltava, mas eu não queria parar de beijá-lo nunca mais. Aquele estava sendo o meu ponto de paz, mas uma vez nos braços dele depois de tanto sofrimento. Ficamos nos beijando durante um longo tempo, o beijo foi ficando mais calma e o Justin puxava meu lábio inferior me tirando suspiros. Encerramos o beijo com selinhos demorados e logo depois o Justin encostou sua testa na minha ainda de olhos fechados. Fiquei olhando para o seu rosto retomando cada detalhe de perfeição que havia nele.
Justin: Eu te amo – sussurrou ele abrindo os olhos e olhando fundo nos meus.
Eu: Eu também te amo – sussurrei e ele sorriu logo em seguida selando meus lábios suavemente.
            Ficamos nos olhando durante um tempo enquanto o Justin acariciava meu rosto eu passava a mão na sua nuca subindo e bagunçando mais o seu cabelo. Ele me beijou novamente e depois me convidou para assistir um filme, ficamos assistindo uma comédia romântica e como sempre eu ria ainda mais do Justin imitando as partes do filme. Foi ficando tarde e pedimos uma pizza, comemos enquanto conversávamos sobre o que aconteceu durante o tempo que passamos separados. Voltamos a assistir desenho e agora estava passando Bob Esponja de novo, o Justin ficava imitando a risada do Bob e eu quase me urinava de tanto rir daquele garoto. Sentia falta disso, dessa loucura toda, dos momentos divertidos que eu passava sempre ao lado dele e agora pelo o que eu vejo as coisas estão voltando a ser como antes.
Justin: Agora é sua vez de imitar a risada do Bob – falou ele sorrindo.
Eu: Mas eu não sei – falei ainda rindo da imitação do Justin.
Justin: Vai (SeuNome) – falou ele fazendo biquinho.
            Respirei fundo e comecei a rir antes mesmo de imitar, o Justin ficava me olhando e segurando a risada.
Eu: Vamos lá – falei e depois imitei a risada fazendo o Justin rolar de rir.
            Ele ficou rindo feito um doido e até chorou, eu comecei a rir e depois fiquei sem graça.
Justin: Ficou mais parecida com a do Pica Pau – falou ele gargalhando.
Eu: Nada haver – falei ficando séria e fazendo biquinho.
Justin: Faz de novo – falou ele rindo da minha cara.
Eu: Não – falei e me levantei da cama.
            Antes que eu andasse Justin me puxou me jogando com tudo na cama, subindo em cima de mim e me fazendo cócegas.
Eu: Pa-para Jus-Justin – eu falava enquanto me contorcia toda e sorria feito uma maluca.
Justin: Então diz que você vai fazer a risada – falou ele parando um pouco.
Eu: Não... – falei e antes que eu terminasse, ele começou a fazer cócegas novamente.
            Eu tentava empurrar ele mais não adiantava em nada, eu estava rindo tanto que já estava ficando sem ar.
Eu: EU FAÇO A RISADA – gritei e ele parou na hora.
            Ele saiu de cima de mim e eu respirei fundo me acalmando, meu coração estava a mil e minha barriga estava doendo de tanta risada que eu dei.
Eu: Você vai me pagar – falei ainda respirando fundo e ele apenas sorriu.
            Levantei-me e olhei para ele que parecia esperar pela maldita imitação, ele esticou as mãos ameaçando de me fazer cócegas mais uma vez.
Eu: Eu já vou fazer – falei dando língua pra ele.
            Eu respirei fundo e imitei a risada mais uma vez, ele ficou me olhando fixamente até que me puxou para um beijo. Cedi ao beijo e ele passou sua língua áspera sobre os meus lábios pedindo passagem. Concedi e logo nossas línguas travavam uma batalha, o Justin me puxou sentando-me em seu colo e eu envolvi sua cintura intensificando mais o beijo. Ele apertava a minha cintura enquanto eu passava as mãos na nuca dele subindo para o seu cabelo, minha intimidade começou a pulsar ao sentir a ereção do Justin entrar em contato com ela. Levei minhas mãos até as dele que estavam na minha cintura e entrelacei nossos dedos encerrando o beijo com selinhos leves e depois fiquei olhando em seus olhos durante um tempo, ele ficou passando seus dedos nos meus enquanto ficávamos um encarando o outro.
Justin: Eu achei isso – sussurrou ele pegando o anel de compromisso que ele me deu quando começamos a namorar em seu bolso – Estava no chão próximo à recepção.
Eu: Desculpe – sussurrei abaixando a cabeça.
Justin: Eu sei que estava irritada – falou ele erguendo minha cabeça e olhando em meus olhos – Mas se não quiser mais alguma coisa que eu te dei apenas me devolva, não jogue fora algo em que coloquei meus sentimentos.
Eu: Eu sinto muito – falei olhando em seus olhos.
Justin: Posso por de volta no seu dedo? – perguntou ele meio sem jeito.
Eu: Não acha melhor começarmos devagar? – perguntei ignorando sua pergunta.
Justin: Já se passaram um mês, tempo demais não acha – falou ele sorrindo e pegando meu dedo logo em seguida colocando o anel nele e beijando-o – É minha novamente.
            Antes mesmo que eu falasse alguma coisa ele me beijou, com todo o carinho e respeito. Levei minhas mãos até o rosto dele enquanto ele envolveu minha cintura mais uma vez, aquilo era viciante eu não queria mais parar de beijá-lo de sentir sua língua se encontrar com a minha dentro de nossas bocas e sentir seus lábios macios sobre os meus. Encerramos o beijo depois de um longo tempo de carinho e sorrimos um pro outro com os rostos ainda próximos.
Eu: Desculpa por não ter acreditado em você – falei cerrando os lábios.
Justin: Me desculpe por não ter sido forte o suficiente para empurrar a Selena – falou ele passando a mão nos meus cabelos.
Eu: Me desculpe por ter dito todas aquelas coisas – falei sem jeito.
Justin: Me desculpe pelas brigas – falou ele e depois selou seus lábios nos meus.
Eu: Eu te desculpo – falei assim que ele afastou seus lábios dos meus.
Justin: Eu também – falou ele em intervalos de selinhos – Eu prometo nunca mais quebrar as minhas promessas.
Eu: Acho bom mesmo – falei e depois selei seus lábios.
Justin: Temos que fazer uma promessa – falou ele me tirando do colo dele, me deitando e subindo em cima de mim.
Eu: Qual? – falei olhando seus olhos que reparavam em meu rosto enquanto suas mãos passavam nos meus cabelos.
Justin: Que não vamos mais duvidar um da palavra do outro – começou ele descendo com a ponta dos seus dedos pelo meu nariz e fazendo o contorno – E que antes de brigarmos vamos conversar, sem mais sofrimentos – concluiu ele descendo seu dedo até meus lábios e fazendo o contorno deles logo beijando minha boca levemente puxando meus lábios.
            Sempre quando ele me beijava daquela forma eu ficava um pouco lesada e demorava algum tempo para voltar à realidade, era impressionante ouvir ele me dizendo aquelas coisas. Ele tão cobiçado e perfeito afim de mim que nem tenho muitos atrativos, eu tinha uma grande sorte por ter o Justin me amando de verdade ele chegava a ser meu sonho realizado um dos sonhos que eu mais temia que acontecesse. Ele se tornou toda a minha vida, o motivo pelo qual eu estou viva, o ar que eu respiro minha razão de seguir em frente sempre pensando na melhor parte que é tê-lo comigo sempre. Não eternamente porque nada dura eternamente, mais enquanto durar será perfeito e ele é e sempre vai ser o meu garoto perfeito, feito sobre medida para mim.
Justin: (SeuNome)?! – chamou ele tirando-me dos meus devaneios.
Eu: Ah desculpa – falei sorrindo sem jeito.
Justin: Aceita a promessa? – perguntou ele sorrindo.
Eu: Eu aceito – falei e seu sorriso aumentou me fazendo sorrir junto.
Justin: Eu prometo te fazer a garota mais feliz do mundo – falou ele selando seus lábios nos meus.
Eu: Mas você já faz isso – falei assim que ele parou de me beijar.
Justin: A mulher mais feliz do mundo – falou ele passando a mão nos meus cabelos – Vamos ter dois filhos, primeiro um menino e depois uma menina. Vou ensinar ao nosso filho a respeitar a irmãzinha dele e proteger ela dos caras maus.
            Eu sorri do comentário dele, chega a ser inacreditável vê-lo fazendo planos para o futuro me incluindo como sua mulher.
Justin: O menino tem que ser forte como eu e a menina têm que ser linda como a mãe – falou ele sorrindo e me deixando envergonhada – Quer dizer eu quero que os dois tenham os olhos e o sorriso iguais aos seus.
Eu: Eu prefiro o seu sorriso – falei e ele negativou.
Justin: O seu é o mais perfeito de todo o mundo – falou ele e eu sorri – Eu disse.
            Fiquei envergonhada enquanto o Justin reparava em meu rosto, ele afastou seu corpo um pouco do meu e olhou para a minha barriga que estava de fora por conta da minha blusa que levantou quando ele subiu em cima de mim.
Justin: Já posso imaginar a sua barriga crescendo – falou ele passando a mão na minha barriga e eu me arrepiei inteira – E depois nossos filhos correndo juntos dentro de casa e nos trazendo alegria de sobra, eu sempre vou te amar (SeuNome).
            Fiquei olhando para o seu rosto enquanto ele parecia viajar fazendo planos para o nosso futuro, futuro que ele mesmo está descrevendo do modo como ele quer que seja. Ele voltou a olhar para o meu rosto novamente e depois de um tempo selou seus lábios nos meus e aproximou seu corpo novamente deixando uma de suas mãos em minha cintura apertando-a e me puxando mais contra seu corpo. Ele passou a língua sobre meus lábios e depois o mordeu me tirando um gemido que foi abafado por seu beijo, o beijo estava suavemente enlouquecedor e eu não queria que parasse. O Justin começou a enfiar a mão por entre minha blusa enquanto eu passava as mãos em seus cabelos e puncionava sua boca ainda mais sobre a minha. Ele me levantou mais sobre a cama sem partir o beijo e encaixou suas pernas entre as minhas colando nossos corpos ainda mais, estávamos perdendo totalmente o controle e quando o Justin estava descendo suas mãos até minha calça para desabotoá-la ouvimos um estrondo horrível dentro do quarto. Ele pulou de cima de mim com o susto e eu sentei, olhamos e a TV que a poucos estava desligada agora estava ligada e em um volume muito alto. Nos entre olhamos e sorrimos da situação, o Justin desligou e voltou a deitar ao meu lado na cama.
Justin: Que susto – falou ele ofegante – Sempre tem algo para atrapalhar.
            Apenas assenti ainda estava retomando o meu ar, o Justin me olhou e eu senti minhas bochechas queimarem.
Justin: Não precisava ficar com vergonha – falou ele chegando mais perto de mim e segurando meu rosto para que eu o olhasse – Um dia vamos fazer isso, para podermos providenciar os nossos filhos – concluiu ele passando as pontas dos dedos no meu braço.
Eu: Eu sei... – falei abaixando a cabeça e respirando fundo.
Justin: Se não estiver pronta ainda, eu espero – falou ele erguendo minha cabeça novamente e sorrindo.
            Sorri sem jeito e ele depositou um beijo em minha testa.
Justin: Hora de dormir bebê – falou ele acendendo a luz do abajur apagando a do quarto.
            Ele deitou do meu lado e eu fiquei toda sem jeito perto dele, logo ele me puxou para deitar em seu peito.
Justin: Boa noite namorada – falou ele e respirou aliviado.
Eu: Boa noite Jay – falei sonolenta.
            O dia tinha sido cansativo e ainda bem que tudo se resolveu no final, fiquei tentando manter meus olhos abertos para ouvir os batimentos do Justin mais logo meus olhos começaram a se fechar e quando me dei por conta já estava dormindo.

Continua...
--------------------------------------------------------------------------------------------
Postado minhas sonhadoras, enfim o grande dia em que os dois voltaram a se entender e reataram o namoro. Agora eles não devem mais cometer erros ou quebrar promessas, muitas águas vão rolar nesse riacho ainda então fiquem comigo acompanhando tudo! Nossa eu andei reparando esses dias que algumas leitoras me abandonaram :/ Quero agradecer as minhas leitoras e sonhadoras fiéis que sempre estão aqui comigo colorindo o meu blog e trazendo alegrias com esses comentários maravilhosos e inspiradores :) Amo muito vocês e espero que continuem aqui sempre s2

Então é isso minhas sonhadores maravilhosas, um beijo para todas vocês e até a próxima postagem :D

O que acharam do novo visual do blog? Quero que saibam que eu faço de tudo para ele ficar de um modo que faça vocês se sentirem a vontade e sonhar ultrapassando os limites da realidade :) 

14 comentários:

Anônimo disse...

opa opa opa
VAI TER ALGO AÊEEEEEEEEEE HAHAHAHA
QUECHEGUE LOGO ESSE CAPITULO U_____________u
@LuianeKristine

@smilerkidrauhl on quinta-feira, janeiro 26, 2012 disse...

aaaaaaaaaaah eles reataram o namoro *---------* te amo mô u.u

Mellaanie *--* on quinta-feira, janeiro 26, 2012 disse...

aaaaaaaa ' se vooce demorar pra postar eu vou enlouquecer e voy mordeer a sua orelhaa (u_u) viiu como eu sou malvada ? iwoewi ' taperfect moozih ><

Lara Abdon on quinta-feira, janeiro 26, 2012 disse...

Meu Deus!
Cada vez isso aqui está mais perfeito *o*
Muito lindo flor! Estou amando, e muito curiosa para o próximo capitulo também!
Amei quando você disse isso> "Agora eles não devem mais cometer erros ou quebrar promessas, muitas águas vão rolar nesse riacho ainda" \õ/ kk. Beijoos amore, e vê se não demora muito heim hahaha! ;***

Anônimo disse...

Sua IB é tão perfeita :( sério NUNCA PARE. Eu espero ansiosamente pelos outros capítulos, estarei sempre aqui em todas as aguas :B AHUHAHAUAAUAAU

Andressa Guedes on sexta-feira, janeiro 27, 2012 disse...

Eu não te abandonei não viu? Eu tava de castigo, mas agora que sai, vou ficar comentando aqui, toooodos os dias, sua IB está perfeita,e por favor não pare de escrever. Continua? *0*

@Biebswaag disse...

omggggggggggggggggggggggggggggggggg !
eu li esse cap. escutando up acustico lá no chile sabe? awwwn chorei o cap. inteirinho !
Te juro =(
awwwn tá perfeito amr p-e-r-f-e-i-t-o <3
aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
eles voltarãao õõ/
aa to mt feliz *O*
continua logo!
bjbj

Nathi on sexta-feira, janeiro 27, 2012 disse...

aai que perfeito.... amando demaaais... continuaaa..

rayanne fernandes on sexta-feira, janeiro 27, 2012 disse...

AAAAAAAAAAAAAAAAH QUE PERFEIIITOOO , ELES VOLTARAM \O/ \O/ , nussa deu uma pena do jus lá do comecinho :( , mais néah agora eles estão beiim

Continuaa loogoo!!

amour, ñ é que as suas leitoras de abandonaram, é pq você ficou um tempo sem postar e elas não sabem que você voltou ;)

@Kah_swag disse...

aaaaaaaaawn *-* eles finalmente voltaram (:
o capitulo ficou bem grande, e ficou bem divo tbm, assim como você *o*
finalmente promessas não serão mais quebradas u.u
Continuaa florzinhaa

Anônimo disse...

Adorando aquii ! O Visu do blog ficou otimo[COMO SEMPRE]

TENHO UMA RECLAMAÇAÕ PARA FAZER , JA PASSOU DA HORA DELES TEREM RELAÇOES SEXUAIS !

Beijinhos;*

By:Yazmyn Allyce

Brazilian Belieber on sábado, janeiro 28, 2012 disse...

O novo visual do blog está simplesmente maravilhoso!
Amei esse capítulo, principalmente por eles terem se entendido!
Quero um cara fofo assim na minha realidade, mas pena que querer nem sempre é poder. Sem contar que a maioria (não estou generalizando) dos guris não são assim.
Ei, aposto que essas leitoras irão voltar, se não voltarem não sabem o que estão perdendo!
Beijos'

palomalovejustin on sábado, janeiro 28, 2012 disse...

letora nova paloma amei o seu ib gente me segue @palomagraziela2 e no feik palomajustin.drewbieber@gmail.com

JB_andyou on domingo, janeiro 29, 2012 disse...

ameei amore continuaa muito perfeito *-*

Postar um comentário

Ei, que tal deixar um comentário na história? Não dói e faz bem ao coração do autor :)

 

* Only Imagine Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos